iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

31/08 - 19:47

Presidente santista reprova atitude de Robinho no Real

“Fiquei surpreso ao ver essa postura do Robinho. Ele contrato em vigência e precisa ter uma postura mais profissional"

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Com a experiência de quem vivenciou na pele o que os espanhóis têm vivido nos últimos dias, o presidente do Santos, Marcelo Teixeira, foi questionado neste domingo sobre o imbróglio envolvendo o atacante Robinho, do Real Madrid, e o Chelsea, da Inglaterra.

Ao falar sobre o jogador, que está forçando sua saída da equipe merengue e convocou até entrevista coletiva para avisar que deseja atuar no Chelsea, time inglês comandado por Luiz Felipe Scolari, Marcelo Teixeira franziu a testa e reprovou a pressão do “Rei das Pedaladas”.

“Fiquei surpreso ao ver, mais uma vez, essa postura do Robinho. Um atleta pode e tem o direito de declarar sua vontade de se transferir para outro clube, mas tem contrato em vigência e precisa ter uma postura mais profissional com o Real Madrid”, aconselhou.

Em 2005, quando a janela de transferências para a Europa estava chegando ao seu final, Robinho tomou atitude semelhante e se recusou a jogar pelo Santos enquanto o clube da Baixada não aceitasse a oferta de US$ 30 milhões dos espanhóis para tirá-lo da Vila Belmiro.

Quando o presidente Marcelo Teixeira finalmente cedeu e bateu o martelo para sua saída, o jogador voltou ao time, disputou mais sete jogos e, diante do Paysandu, em Belém, dia 24 de agosto, despediu-se da equipe com uma vitória por 3 a 2, de virada.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo