iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/08 - 20:55

Verdão enfrenta tabus ante Furacão para seguir na cola do Grêmio

Palmeiras nunca venceu na Arena da Baixada e agora enfrenta um Atlético-PR embalado por causa da Sul-Americana

Gazeta Esportiva

CURITIBA - O Palmeiras atingiu na 22ª rodada do Campeonato Brasileiro a sua melhor posição na tabela: a vice-liderança. A colocação e a distância de cinco pontos do líder Grêmio, porém, está ameaçada por tabus históricos do clube.

Neste domingo, às 16h, o time encara o Atlético Paranaense em busca da primeira vitória na Arena da Baixada. Em um torneio de dificuldade para se vencer fora de casa.

Mesmo sem conseguir triunfar na casa rubro-negra de Curitiba desde 1999, o time não se amedronta. Até o momento, a equipe somou apenas nove dos 33 pontos possíveis como visitante, mas está confiante em embalar e pressionar os primeiros colocados. Mesmo diante da torcida atleticana, que promete lotar o estádio para tirar o Furacão de perto da zona de rebaixamento.

“Vai ser uma pressão muito grande da torcida e eles vão buscar os gols nos primeiros minutos, como todos os times que jogam em casa. Mas nós precisamos vencer e vamos jogar o tempo todo para isso. Os tabus existem para serem quebrados”, pregou Jéci, que vê um companheiro que conhece bem o estádio adversário ainda mais otimista para o duelo. “Nossa equipe não tem trazido bons resultados fora de casa, mas temos que aproveitar que eles não passam por um bom momento. Temos que trazer esse bom resultado”, pediu Alex Mineiro, ídolo dos atuais vice-campeões paranaenses.

Apesar de sempre ressaltarem as dificuldades de se vencer longe dos seus domínios, o elenco sabe da necessidade dos três pontos. “Nós deixamos para trás pontos que agora estão nos fazendo falta, mas agora é somar três pontos sempre e encarar todos os jogos como decisão”, definiu Diego Souza.

Para mais esta “final”, Wanderley Luxemburgo preparou três novidades. Suspenso, Leandro será substituído por Jefferson. E a dificuldade do lateral-esquerdo reserva na marcação faz com que o técnico escale três zagueiros, promovendo a entrada de Gustavo. Para completar, Jumar volta de suspensão e retoma seu lugar, deixando Martinez na reserva.

Pelo Furacão, depois da vitória nos pênaltis sobre o São Paulo pela Copa Sul-americana, chegou à hora de voltar à dura realidade do Campeonato Brasileiro, onde o time luta para fugir do fantasma da zona de rebaixamento que insiste em persegui-lo. Para o volante Alan Bahia, a vitória sobre o Tricolor pode servir de motivação extra em campo.

“A vitória nos enche de moral, ficamos satisfeitos e com mais confiança, já que temos um jogo muito difícil contra o Palmeiras, pelo Brasileiro”, afirmou o jogador, que agora espera apoio, e não pressão da torcida. “A torcida, com certeza, vai lotar a Arena no domingo para nos apoiar. A equipe ganhou confiança e a torcida também. Esperamos, agora, retribuir e conquistar os três pontos”, avaliou.

O técnico Mário Sérgio deve manter o mesmo time que bateu os paulistas no Morumbi, contando, no entanto, com a volta de dois jogadores que foram poupados. O paraguaio Julio dos Santos e o colombiano Ferreira, retornam naturalmente à equipe após serem poupados na competição continental.

O treinador rubro-negro garante estar preparado para o duelo tático com Luxemburgo e quer quebrar um tabu pessoal. “Qualquer jogo contra o Wanderley Luxemburgo você tem que respeitar. Qualquer máxima quando enfrenta o Wanderley não vale. Sou próximo a ele e acho que vai ser um jogo dificílimo. Nunca ganhei do Wanderley, talvez esse seja a grande oportunidade”, finalizou.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR x PALMEIRAS

Local:
Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 31 de agosto de 2008, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)
Assistentes: Cesar Augusto de Oliveira Vaz e Renato Miguel Vieira (ambos do DF)

ATLÉTICO-PR: Vinicius; Danilo, Chico, Antônio Carlos; Rodriguinho, Renan, Alan Bahia, Ferreira e Márcio Azevedo; Julio dos Santos e Pedro Oldoni
Técnico: Mário Sérgio

PALMEIRAS: Marcos; Gustavo, Jéci e Gladstone; Elder Granja, Sandro Silva, Jumar, Diego Souza e Jefferson; Kléber e Alex Mineiro
Técnico: Wanderley Luxemburgo


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo