iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/08 - 21:35

Sócios aprovam e Arena Palestra Itália, enfim, sai do papel
Depois de nove horas de votação, projeto foi votado e obras poderão começar já nesta segunda-feira

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A tão esperada votação dos associados a respeito das reformas no Palestra Itália terminou como se esperava. Neste sábado, depois de nove horas de Assembléia, 80,7% dos sócios presentes (todos há mais de três anos no clube e com a mensalidade em dia) acompanharam as decisões do Conselho Deliberativo e do Conselho de Orientação e Fiscalização e aprovaram a transformação do estádio em uma Arena Multiuso.

Dos 2424 votantes, 2056 votaram favoravelmente à alteração estatutária, primeiro item da pauta do pleito, e 1958 foram favoráveis à construção da Arena pela WTorre. O presidente do clube, Affonso Della Monica, classificou o resultado deste sábado como histórico para o futuro do Verdão.

"Esse é um momento histórico, um presente dessa geração para as futuras. O Palmeiras entrou hoje em uma nova Era", discursou o cartola, entusiasmado com a chance de ver a tão sonhada Arena Multiuso finalmente sair do papel.

Divulgação
Previsto para ser o primeiro estádio do Brasil de acordo com exigências da FIFA, Palestra Itália poderá sedir a Copa de 2014


Os votantes tiveram de responder “sim” ou “não” a duas perguntas: se aceitariam alterar o estatuto para permitir a cessão “do direito de superfície”, o que até oposicionistas concordam, e se aprovam que este direito fique por 30 anos nas mãos da W Torre, investidora do projetor – vai desembolsar R$ 300 milhões, R$ 50 milhões só para construir um novo prédio para os esportes amadores que ficam no Parque Antártica.

A Assembléia deste sábado movimentou o clube durante toda a semana de seu aniversário. Enquanto situacionistas se aproveitaram das festa pelos 94 anos do Palmeiras para promover discursos políticos, o presidente Affonso Della Monica enviar carta pedindo apoio dos sócios ao projeto e a distribuição de camisetas e broches com o slogan “Arena Palestra, Eu Aprovo!!!”, os oposicionistas tentaram ações no Conselho Deliberativo e na Justiça para anular a votação.

Os três pedidos feitos pelos contrários a Della Monica foram indeferidos, mas um deles dá esperança à ala comandada pelo ex-presidente Mustafá Contursi. Nessa sexta-feira, dez sócios entraram na 27ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo e o mérito da questão ainda será julgado. Com isso, os discordantes à atual gestão crêem que o resultado atingido neste sábado está sub júdice.

A situação, no entanto, desdenha da possibilidade e promete iniciar as obras já nesta segunda-feira. O primeiro passo é a construção de um prédio para os esportes amadores que ficam dentro do Palestra Itália. Os espaços vagos no estádio serão utilizados para o clube e a W Torre lucrarem com aluguéis para diversos eventos.

A previsão de término da Arena é dezembro de 2010, quando deve comportar 40 mil torcedores e 2 mil jornalistas – como manda o caderno de encargos da Fifa, já que o Verdão sonha em sediar algum jogo da Copa do Mundo de 2014.


Leia mais sobre: Arena do Palmeiras

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Divulgação

"Momento histórico"
Presidente do Palmeiras considera que Arena representa uma Nova Era na história do clube

Topo