iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/08 - 21:05

Portuguesa e Atlético-MG jogam para aplacar mau momento

Ambos times se encontrarão no Canindé para lutar contra o rebaixamento, que tanto os assustam neste Brasileirão

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - É em situação complicada que Portuguesa e Atlético-MG se enfrentam neste domingo no Canindé, às 18h10 (de Brasília), pelo Campeonato Brasileiro. O time paulista estréia o técnico Estevam Soares e luta para deixar a zona de rebaixamento, enquanto os mineiros buscam aplacar a crise interna depois da goleada sofrida para o Botafogo na Copa Sul-americana.

Na incômoda 18ª colocação da tabela, a Portuguesa terá a estréia de Estevam Soares, seu terceiro técnico neste nacional (Vagner Benazzi e Valdir Espinosa foram seus antecessores), apostando novamente no bom desempenho que o time apresenta frente à sua torcida: jogando no Canindé, não é derrotado há quatro jogos.

E o retrospecto contra os mineiros, por sinal, é bom: na última partida na capital, a Lusa fez 2 a 1 no então vice-líder Cruzeiro e se afastou da zona da degola, no fim do primeiro turno. É com esse pensamento e mais o embalo de ter novo comandante que o time chega para o confronto.

“Tenho o elenco todo para o jogo e o grupo me recebeu bem. Todos estão se esforçando muito e sabem que precisamos do resultado positivo para subir na tabela”, comemorou Estevam Soares, que ainda não anunciou a escalação titular para sua volta aos gramados brasileiros como treinador.

O único possível desfalque é o volante Gavilán, que sofre com dores no pé direito e depende de exames no departamento médico para confirmar sua condição de jogo. A Lusa ainda conta com a volta do meia Preto, que ficou de fora das últimas três partidas com problemas no púbis. Outra novidade pode ser o veterano Sérgio reassumindo a meta da equipe, no lugar de André Luiz, que falhou na goleada para o Palmeiras.

O Atlético-MG chega para esta partida mais uma vez afundado em crise. A bonança trazida pelo último jogo do Campeonato Brasileiro, quando o time venceu o Atlético-PR, durou apenas três dias. Na quarta-feira, mesmo jogando em casa, o Galo foi goleado pelo Botafogo por 5 a 2, dando adeus à Copa Sul-Americana.

O revés voltou a abalar a relação entre a equipe e a torcida. Durante toda a partida, ouviam-se cantos ora irônicos, ora furiosos, dirigidos aos jogadores e à diretoria. Na quinta-feira, um grupo de vândalos foi à sede do clube, num bairro nobre da região central de Belo Horizonte, arrombou uma porta e promoveu quebradeira em uma sala.

A reação exagerada deste grupo chega a assustar alguns jogadores. Lenílson, que já está em sua segunda passagem pelo clube e conhece bem a torcida, lamenta a atual fase e admite que está até mudando seus hábitos pessoais. “É um momento em que a gente evita sair, não tem nem como ir jantar com a família, a gente fica com medo, corre um pouco de risco”, conta.

Independentemente dos atos violentos, o jogador afirma que pretende fazer o melhor para ajudar o Atlético-MG a subir na classificação. “A gente depende só da gente para mudar esta fase. Tomara que comece já domingo, com uma seqüência de vitórias”, completa o meia-atacante.

No olho deste furacão, Marcelo Oliveira ainda tem problemas para escalar o Galo. Mariano está suspenso pelo terceiro cartão amarelo e deve dar lugar a César Prates. Outros três titulares, Rafael Miranda, Petkovic e Marques estavam vetados no meio da semana, e a utilização deles em campo fica a cargo do departamento médico.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA X ATLÉTICO-MG


Local: Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)
Data: 31 de agosto de 2008, domingo
Horário: 18h10 (de Brasília)
Árbitro: Émerson Luiz Sobral (PE)
Assistentes: Jossemmar José Diniz Moutinho e Luciano José Coelho Cruz (ambos de PE)

PORTUGUESA: Sérgio; Patrício, Bruno Rodrigo, Ediglê e Bruno Telles; Gavilán (Carlos Alberto), Dias, Preto e Edno; Jonas e Washington
Técnico: Estevam Soares

ATLÉTICO-MG: Édson; César Prates, Marcos, Leandro Almeida e Calisto; Rafael Miranda (Denílson), Serginho, Márcio Araújo e Lenílson (Petkovic); Pedro Paulo (Marques) e Jael
Técnico: Marcelo Oliveira


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo