iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

30/08 - 21:05

Chamado de burro, Hélio dos Anjos culpa limitações da equipe

”Eu não sou trouxa. São 20 anos como treinador, nos quais eu aprendi alguma coisa", respondeu o treinador

Gazeta Esportiva

Os métodos não-ortodoxos do técnico Hélio dos Anjos para definir a equipe do Goiás continuam irritando os torcedores esmeraldinos até mesmo quando o resultado está a favor. Neste sábado, apesar da vitória por 2 a 0 sobre o Figueirense, o comandante foi chamado de burro e se defendeu alertando às limitações da equipe.

”Eu não sou trouxa. São 20 anos como treinador, nos quais eu aprendi alguma coisa. Aprendi a ser mais frio. Eu era até empolgado, queria que meu time fizesse cinco gols, fosse para dentro. Como eu já trabalhei com time com até três volantes, eu trabalho com aquilo que nós temos e não posso chegar no Goiás e exigir um monte”, explicou o treinador.

A reclamação vem a partir, especialmente das substituições realizadas na partida deste sábado. Depois de começar com Iarley como único atacante, quando o jogo já estava 2 a 0 para o anfitrião e o meia Adriano Gabiru havia sido expulso, Hélio dos Anjos ainda tirou Romerito, lesionado, para colocar o volante Fredson, tirando também o camisa 9 esmeraldino para colocar Fábio Bahia.

“O Futebol é muito prático e nós temos um time comum. Outros times comuns estão crescendo, então a realidade é essa, mas eu fiquei muito satisfeito, porque tivemos a oportunidade de mostrar nossa força, apesar dos desfalques”, minimizou o treinador, após a partida.

Fato é que, desde a chegada do comandante, substituindo Oswaldo Alvarez, o Goiás conseguiu, enfim, deixar a zona de rebaixamento do Brasileirão, depois de 11 rodadas ameaçado pela degola e, para Hélio dos Anjos, isso é o mais importante.

“Estamos fazendo bem feito, e não pensem que me agrada ver o Goiás disputando o campeonato para não ficar na zona de rebaixamento. Mas, não posso viver fora da realidade. Se for assim vamos para o último jogo contra o São Paulo naquele desespero, tendo que fazer mil e uma loucuras”, completou o comandante,

Com a vitória sobre o Figueirense, o Goiás passa a ser o 10º colocado na tabela, com 30 pontos conquistados em 23 rodadas.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo