iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/08 - 14:34

Líder Grêmio é o último colocado nas trocas de bola do Brasileirão

Time poderia produzir mais do que já fez caso não tivesse o pior aproveitamento e o menor número de passes certos

Redação iG Esporte e Footstats

PORTO ALEGRE - É fundamental ter o melhor ataque e defesa no Brasileirão, mas, inesperado, é ver o líder jogar com baixo desempenho no fundamento mais simples do futebol: o passe. A pouca aptidão gremista pelo toque mostra que o clube gaúcho passou 2.100 bolas a menos que a melhor equipe neste quesito, o Cruzeiro.

Sem uma grande seqüência de passes, o Grêmio é o terceiro time que menos controla o tempo de posse de bola, acumulando na média 11 minutos e 10 segundos de domínio, enquanto o vice-líder Palmeiras costuma gerar 16 minutos a cada rodada.

A criação do time fica também fica prejudicada com pouca produtividade de bons passes. Tanto que uma equipe como o Atlético-MG, décimo melhor ataque do Brasil, consegue igualar o Grêmio na quantidade de finalizações vindas por meio de passes: foram 178 finalizações para cada clube tendo o passe como assistência.

Se as coisas não funcionam pelo chão, os cruzamentos e cobranças de escanteio fazem do atacante Marcel, do Grêmio, um dos maiores artilheiros pelo alto – 5 gols de cabeça.

O Grêmio é líder isolado do Brasileirão com 45 pontos, cinco a mais que o Palmeiras. Neste domingo, no Olímpico, os gaúchos enfrentam o Vasco, às 16h.

Veja abaixo o rendimento do Grêmio nas trocas de bola:

Passes certos: 213,23
Passes errados: 39,77
Aproveitamento: 84%


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm/Divulgação

Passe 'travado'
Grêmio tem dificuldades no fundamento mais simples do futebol, o passe

Topo