iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

29/08 - 21:35

Aloísio deixa o São Paulo e aproveita ‘filão’ do Catar

Tricolor liberou o jogador após proposta "irrecusável" do Al-Rayyan (CAT), treinado por Paulo Autuori

Gazeta Esportiva


SÃO PAULO - No São Paulo desde 2005, o atacante Aloísio decidiu aproveitar o final da sua carreira com uma transferência para o Catar, onde defenderá o clube comandado por Paulo Autuori, o Al-Rayyan. O atacante, que tinha contrato com a equipe do Morumbi até o fim de 2009, decidiu apostar no recém-descoberto ‘filão’ árabe, aceitando uma proposta de um milhão de dólares (R$ 1,63 milhões).

Contratado para disputar o Mundial Interclubes no Japão, em 2005, Aloísio foi também titular da equipe no bicampeonato brasileiro nos anos de 2006 e 2007, além do vice-campeonato da Libertadores em 2006. Aos 33 anos, o atacante acertou um contrato de 11 meses com a equipe catariana.

A transferência foi concretizada a pedido do jogador que, ao renovar seu contrato com o São Paulo por mais um ano, acertou com o clube sua liberação caso recebesse uma proposta fora dos padrões – o que de fato aconteceu. Dono de uma ligação com o torcedor são-paulino, Aloísio se disse de “coração partido” por deixar o clube do Morumbi.

"Realmente estou saindo de coração partido, porque amo este clube. Pedi para que o São Paulo me liberasse porque estou num momento da carreira que preciso garantir um futuro melhor", disse o jogador, que deixa vaga a camisa 14.

"Vou levar o São Paulo dentro do meu coração, como sempre esteve. Quero agradecer muito aos torcedores, ao presidente Juvenal Juvêncio, ao professor Muricy, Milton, Táta, jogadores, funcionários, enfim, todos que fizeram eu ter essa maravilhosa passagem pelo clube", destacou o eterno são-paulino, que irá levar o DVD com o jogo contra o Liverpool no Mundial para mostrar aos novos companheiros. 'Gosto de ver sempre, foi o momento mais especial da minha carreira', completou.

João Paulo de Jesus Lopes, diretor de futebol do Tricolor, agradeceu o atacante pela sua estadia no São Paulo, segundo ele, bem-sucedida. "Ele faz parte de uma galeria de jogadores que ajudaram o São Paulo a construir essa imagem vencedora. Além do mais é uma excelente pessoa e será sempre um prazer enorme recebê-lo no clube", ressaltou o dirigente.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


AE

Mais um que sai do Tricolor
Aloísio chegou ao Morumbi em 2005 e ajudou o clube a conquistar o Mundial no mesmo ano

Topo