iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

28/08 - 17:38

Para Rafael Coelho, falta tranqüilidade ao ataque do Figueirense

“A bola vem chegando, mas é que a gente não está acertando o pé mesmo", afirmou o jovem atacante

Gazeta Esportiva

FLORIANÓPOLIS - Sem marcar há quatro partidas, o atacante revelação do Figueirense, Rafael Coelho, reflete a má fase que vem vivendo o ataque do alvinegro catarinense. A equipe vem de duas derrotas consecutivas (perdeu para o Coritiba por 3 a 0, fora de casa, e para o Vitória por 2 a 1, em pleno Orlando Scarpelli) e marcou apenas um gol nestes últimos dois jogos. Para Rafael Coelho, a ansiedade na hora de concluir a gol, tem sido um dos principais problemas do time.

“A bola vem chegando, mas é que a gente não está acertando o pé mesmo. Na partida contra o Vitória, tivemos algumas oportunidades claras de gol e não fizemos. Temos que trabalhar a cabeça para quando chegar na hora, em frente ao gol, ter a consciência de fazer.”, analisou o atacante, em entrevista à rádio CBN/Diário, se referindo ao confronto da última rodada.

O jogador também destacou a falta de sorte na hora das finalizações. “Está faltando um pouco de sorte. Estamos chutando, mas a bola desvia e não entra, eles tiram em cima da linha.”, queixou-se.

Para o próximo compromisso do Figueira, contra o Goiás, neste sábado, às 18h20, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, o atacante espera que o ataque da equipe consiga se reencontrar, mas prevê um jogo difícil.

“Sabemos que vai ser difícil. Contra o Inter, no Beira-Rio, e contra o Palmeiras, no Parque Antártica, nós também sabíamos da dificuldade que seria, mas conseguimos arrancar os pontos”, confiou o jogador. O Figueirense ocupa a 12ª posição na tabela, com 28 pontos.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo