iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

28/08 - 00:22

Nos pênaltis, Furacão vence e elimina São Paulo da Sul-Americana
Goleiro Vinícius foi o herói da classificação do Furacão, defendendo as cobranças de Juninho e do estreante Oscar

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O Atlético-PR garantiu a classificação para a próxima fase da Copa Sul-Americana ao vencer o São Paulo nos pênaltis, na noite desta quarta-feira, no Morumbi. No primeiro encontro entre as equipes, dia 12, na Arena da Baixada, o jogo terminou com o placar de 0 a 0. Assim, com o empate sem gols também nesta quarta, a decisão foi levada para os pênaltis.

O goleiro Vinícius foi o herói da classificação do Furacão, defendendo as cobranças de Juninho e do estreante Oscar. Os pênaltis, então, acabaram com o placar por 4 a 3 para o Furacão, que só desperdiçou com Alan Bahia, que mandou no travessão.

O Atlético voltará a campo pela Copa Sul-americana apenas em 24 de setembro, quando enfrentará quem sobreviver ao duelo entre Aragua (da Venezuela) e Chivas (do México).

No próximo fim de semana, o São Paulo volta a pensar no Campeonato Brasileiro, já que terá clássico diante do Santos, domingo, no estádio do Morumbi. Já o Furacão atuará no mesmo dia contra o Palmeiras, na Arena da Baixada.

O jogo
A falta de entrosamento dificultou o trabalho das duas equipes no início da partida. Enquanto o São Paulo entrou em campo com um time praticamente inteiro reserva, o Furacão também poupou alguns titulares, formando uma equipe mista. Mesmo assim, a primeira oportunidade do jogo foi dos visitantes. Aproveitando bobeada da zaga são-paulina, Pedro Oldoni invadiu a área e chutou rasteiro, mas Rogério Ceni segurou.

Na resposta do Tricolor, Oscar soltou um forte chute e viu Vinícius espalmar para fora. Instantes depois, Sérgio Mota rolou na esquerda para Mazola, que finalizou e exigiu boa defesa do goleiro atleticano. As duas equipes, porém, seguiram encontrando muita dificuldade para criar boas jogadas, e os goleiros passaram a ter menos trabalho.

O Furacão, inclusive, só voltou a ameaçar em erro na saída de bola do Tricolor quase no fim da etapa, mas Chico desperdiçou a oportunidade ao invadir a área com liberdade e mandar para fora.

As duas equipes voltaram sem alterações do intervalo, e o jogo continuou sem emoções. Como dono da casa, o São Paulo se via na obrigação de avançar, mas sem conseguir criar jogadas de perigo. O Tricolor, então, passou a arriscar de longe.

No primeiro lance da etapa, Sérgio Mota carregou pela intermediária e chutou para fora. Pouco depois, Juninho teve duas oportunidades em cobranças de falta. Na primeira delas, Vinícius defendeu. Na segunda, o zagueiro mandou para fora. Na resposta dos visitantes, Pedro Oldoni cruzou da direita e Rodriguinho ajeitou para Anderson Aquino, que finalizou fraco, facilitando para Rogério Ceni.

O São Paulo, por sua vez, demorou para voltar a dar trabalho ao goleiro Vinícius. Aos 30, Sérgio Mota cobrou falta na área e Juninho, livre, cabeceou para fora. Do outro lado, Pedro Oldoni soltou um forte chute de longe, mas Rogério espalmou. O jogo continuou sem jogadas de perigo, e a decisão foi para os pênaltis.

Nas penalidades, Rogério Ceni, Sérgio Mota e Bruno balançaram as redes, enquanto Juninho e Oscar desperdiçaram. Já no Furacão, que só perdeu cobrança de Alan Bahia, marcaram Antônio Carlos, Danilo, Fernando e Pedro Oldoni.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO (3) 0 X 0 (4) ATLÉTICO-PR


Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 27 de agosto de 2008, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner Tardelli Azevendo (Fifa-SC)
Assistentes: Erich Bandeira (Fifa-PE) e Dibert Pedrosa Moisés (Fifa-RJ)
Cartões amarelos: Wellington (São Paulo); Antônio Carlos (Atlético-PR)
Público: 3.252 pagantes
Renda: R$ 64.705,00
Penaltis: São Paulo: Rogério, Sérgio Mota e Bruno marcaram. Juninho e Oscar desperdiçaram
Atlético-PR: Antônio Carlos, Danilo, Fernando e Pedro Oldoni marcaram. Alan Bahia desperdiçou

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Juninho, Aislan e Anderson; Éder, Bruno, Wellington (Vitor Júnior), Sérgio Mota e Cazumba; Oscar e Mazola
Técnico: Muricy Ramalho

ATLÉTICO-PR: Vinicius; Danilo, Alex Fraga e Antônio Carlos; Rodriguinho, Renan, Alan Bahia, Chico (Fernando) e Márcio Azevedo; Anderson Aquino e Pedro Oldoni
Técnico: Mário Sérgio

Leia mais sobre a Sul-americana


Leia mais sobre: São Paulo Atlético-PR Copa Sul-Americana

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Vipcomm/Divulgação

Ficou pelo caminho
Jovens promessas do São Paulo bem que lutaram, mas vaga na Sul-Americana ficou com equipe do Paraná

Topo