iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

28/08 - 16:38

Nilton lamenta por Fabinho, mas espera se firmar

Contra o ABC, o volante substituirá Fabinho, que se submeteu a uma cirurgia e só deve voltar a jogar em dois meses

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Em 2007, uma grave lesão nos ligamentos do joelho direito tirou de Nilton a chance de se firmar como titular do Corinthians. Neste sábado, porém, o prata da casa começa a viver uma situação totalmente inversa.

Contra o ABC, no Pacaembu, o volante substituirá Fabinho, que se submeteu a uma cirurgia na coxa e só deve voltar aos gramados em dois meses.

Ansioso para voltar a ser titular do Timão, Nilton lamentou a contusão do companheiro, mas espera corresponder às expectativas do técnico Mano Menezes contra os potiguares para enfim conseguir uma seqüência na equipe.

“Estou pensando positivo para que o Fabinho se recupere logo, mas quero aproveitar a oportunidade para ter uma seqüência e pegar ritmo de jogo, o que não consegui no ano passado por causa da cirurgia. Espero que a história agora seja diferente”, torce o jogador.

Mesmo com a ausência de Fabinho, o jogador terá que brigar para ser o volante titular. Almeida, recém-contratado, Marcelo Oliveira, voltando de lesão, e o garoto Cássio, titular na goleada por 5 a 0 sobre o Gama, em jogo que Nilton cumpriu suspensão, são algumas das opções de Mano Menezes para o setor.

A forte concorrência, porém, não assusta Nilton. “O nosso plantel é grande, tem qualidade e todos lutam para conquistar seu espaço. Comigo não vai ser diferente. Espero entrar bem e ajudar o grupo a voltar à Série A”, projetou.

Antes de se contundir no ano passado, o volante chamou a atenção com seu forte chute forte. Desta forma, ele balançou as redes contra o Botafogo e Santos. Nilton garante que seguiu treinando os chutes de fora da área e sonha com mais gols nos próximos jogos. “Este chute pode ser uma arma secreta para surpreender o goleiro e sempre estou aprimorando para acertar de novo”, finalizou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo