iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

28/08 - 18:23

Empresa deixa consórcio que construirá novo estádio do Grêmio

A portuguesa TBZ teve seu nome envolvido em suspeitas de ilegalidades; firma brasileira apresentou garantias bancárias

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - A empresa portuguesa TBZ deixou, nesta quinta-feira, o consórcio que construirá a nova arena do Grêmio. Desta forma, a brasileira OAS assumiu a obra e já apresentou garantias bancárias para concluir o projeto.

Eleita, juntamente com a OAS, pelo Conselho Deliberativo do Grêmio para realizar a obra do novo estádio do clube, a TBZ viu seu nome envolvido em suspeitas de ilegalidades, como a emissão de cheques sem fundos.

Porém, o administrador comercial da empresa portuguesa, José Simão, negou as acusações. Mesmo assim, a TBZ decidiu deixar o projeto.  Agora sozinha no projeto, a OAS promete a compra de uma área de 38 hectares no bairro de Humaitá, local onde será construída a nova arena do Grêmio a partir de 2009.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo