iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

27/08 - 14:32

Aliados de Bebeto se irritam com divergências políticas

Aliados do presidente Bebeto de Freitas se irritaram com a postura do dirigente que divulgou nota oficial desmentindo que esteja apoiando o deputado estadual João Pedro Figueira (DEM-RJ)

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - -As eleições presidenciais do Botafogo, marcada para a segunda quinzena de dezembro, já começam a pegar fogo. E um simples fato interno pode acabar gerando uma divisão na chapa de situação, que parecia caminhar para conquistar uma vitória sem maiores sustos.

Isso porque aliados do presidente Bebeto de Freitas se irritaram com a postura do dirigente, que na tarde de terça-feira divulgou nota oficial desmentindo que esteja apoiando o deputado estadual João Pedro Figueira (DEM-RJ).

A escolha de João Pedro como candidato da situação aconteceu num almoço que não contou com a presença de Bebeto de Freitas, o que pode ter irritado o dirigente. O problema é que os aliados de Bebeto escolheram João Pedro justamente porque o atual presidente não se dá bem com o empresário Manoel Renha, que era o preferido da maioria dos conselheiros e que declinou do convite por causa de problemas pessoais.

A chapa da situação, que conta com João Pedro como presidente, teria Manoel Renha como vice-presidente de futebol; Cláudio Good, como vice-presidente geral; Carlos Augusto Montenegro e Ricardo Rotemberg, colaboradores; e Bebeto de Freitas, responsável pelo Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão. Porém, com a possível desistência de Bebeto, um racha estará configurado e o quadro muda completamente.

“Esse grupo foi o que esteve ao lado do Bebeto esses anos todos, dando sustentação e apoio para que ele fizesse esse belo trabalho no Botafogo”, lembrou Carlos Augusto Montenegro, evitando tornar pública sua irritação com a postura do atual presidente.

Situação e oposição têm até o dia 15 de outubro para lançar suas candidaturas. Fica a expectativa pelo pronunciamento, que deverá acontecer nos próximos dias, de Antônio Carlos Mantuano, principal nome da oposição e derrotado por Bebeto de Freitas nas eleições passadas. Não está descartada a possibilidade de o grupo de Mantuano se juntar a nomes da situação para isolar o atual presidente.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo