iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

26/08 - 16:11

Kassab apóia Morumbi para sede da Copa

Sempre que mencionou seus projetos para o Mundial, o prefeito deu como certa a escolha do Morumbi para receber jogos em São Paulo

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Se depender da vontade do prefeito Gilberto Kassab, os possíveis novos estádios de Palmeiras e Corinthians não ameaçarão o Morumbi como sede paulistana da Copa do Mundo de 2014. Kassab proferiu palestra na Federação Paulista de Futebol na segunda-feira.

Sempre que mencionou seus projetos para o Mundial, o prefeito deu como certa a escolha do Morumbi para receber jogos em São Paulo.

“Não há candidato a prefeito que deixe de programar os trabalhos para a Copa do Mundo do Brasil. E o Morumbi poderá sediar não só algumas partidas, mas a final também”, disse Kassab, na primeira vez em que se referiu ao estádio do Tricolor.

“Quero oferecer garantias para que a abertura seja em São Paulo, além de concentrar o centro de imprensa em um espaço cultural e esportivo que projetamos em Pirituba. É uma expectativa que poderá se transformar em realidade”, acrescentou o prefeito e candidato ao segundo mandato.

Satisfeito com a explanação de Kassab, Juvenal Juvêncio, presidente do São Paulo, pediu a palavra para questioná-lo, assim como fizeram outros dirigentes. Em cerca de cinco minutos, discorreu sobre as Olimpíadas de Pequim e a importância dos investimentos do Poder Público para a realização da Copa do Mundo. “Já disse o que eu queria. Não vou perguntar nada.”

Após a palestra, Juvêncio gravou um depoimento elogioso para a assessoria da campanha de Gilberto Kassab. Acrescentou à GE.Net, às gargalhadas: “Está vendo? Não sou eu que estou dizendo que o Morumbi sediará a Copa. É o prefeito. Não adianta reclamaram, porque é o Kassab quem assina o caderno de recomendações à CBF. Nós nos reunimos semanalmente”, comemorou. “Essa pressão para não ser o Morumbi é mais dos outros dirigentes”, completou, com a voz baixa.

Alguns metros à frente, o presidente do Palmeiras Affonso Della Monica já parecia conformado com a preferência da Prefeitura de São Paulo pelo Morumbi. Quando interagiu com Kassab, o dirigente citou a construção da Arena Palestra Itália, mas não fez reivindicações.

Ainda assim, a esperança do Palmeiras perdura. “Temos certeza de que a Arena Palestra Itália tem condições de receber a Copa. Estamos reformando também para isso, já que São Paulo poderá até ter dois ou mais estádios no Mundial do Brasil. Se não for o caso, queríamos que pelo menos um jogo da Itália acontecesse na nossa casa. Ou até que a Arena servisse de treinamentos para os italianos”, cogitou Della Monica.

O presidente do Palmeiras lembrou que até o possível futuro estádio do Corinthians poderá ser utilizado na Copa do Mundo. Dirigentes do clube do Parque São Jorge, entretanto, são menos ambiciosos. Já se dariam por satisfeitos se o projeto em parceria com o consórcio Egesa/Seebla, de construção de uma arena na marginal do Rio Tietê, vingasse.

A Prefeitura de São Paulo tem outra proposta ao Corinthians. Gilberto Kassab ofereceu a concessão do Pacaembu por 30 anos em troca de R$ 200 milhões para modernizá-lo, valor considerado alto pelo presidente Andrés Sanchez.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo