iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

25/08 - 13:04

Brasileiros estão entre as novas atrações dos Campeonatos Espanhol e Italiano

Estréias de Ronaldinho Gaúcho, Júlio Baptista, Amauri e Daniel Alves são aguardadas com grande expectativa

EFE

MADRI (Espanha) - Neste fim de semana terá início mais uma temporada dos Campeonatos Espanhol e Italiano, historicamente os mais aguardados e caros da Europa - apesar do crescimento recente do Inglês no mercado internacional -, e que mais uma vez trazem os brasileiros como atrações.

O maior símbolo do poder que estes dois campeonatos ainda representam é a transferência do meia-atacante brasileiro Ronaldinho Gaúcho do Barcelona para o Milan por 21 milhões de euros.

Apesar de já ter sido prevista meses antes de ser concretizada, a a contratação de Ronaldinho - que acaba de voltar dos Jogos Olímpicos de Pequim com a medalha de bronze conquistada com a seleção brasileira - é a de maior impacto no futebol italiano.

Outro brasileiro que trocou a Espanha pela Itália foi o meia Júlio Baptista, contratado pela Roma junto ao Real Madrid por dez milhões de euros.

O clube da capital espanhola sonhou com o português Cristiano Ronaldo e Kaká, mas poderá perder outro brasileiro: Robinho, que declarou várias vezes sua vontade de ir para o Chelsea.

Irritada, a diretoria do Real liberou o jogador, mas com a condição de que ele pague sua multa rescisória, de cerca de 40 milhões de euros.

No entanto, nenhum outro brasileiro fez com que um clube italiano desembolsasse tanto dinheiro quanto o atacante Amauri, contratado pela Juventus junto ao Palermo por 22,8 milhões de euros.

Já o lateral-direito Daniel Alves protagonizou a maior transferência de toda a Europa até agora na temporada. Por ele, o Barcelona pagou 32 milhões de euros ao Sevilla.

Na Inglaterra, o mercado que mais gastou dinheiro em novos jogadores neste começo de temporada também se rendeu aos brasileiros. O primeiro a vir atua fora das quatro linhas: o técnico Luiz Felipe Scolari, contratado a peso de ouro pelo Chelsea.

O atacante Jô - outro que esteve em Pequim com a seleção - trocou o CSKA Moscou pelo Manchester City - que esteve perto de trazer Ronaldinho Gaúcho - por 24 milhões de euros.

Na França, o Lyon pagou 14 milhões de euros ao Nice pelo meia brasileiro Ederson, ex-Juventude, e comparado por muitos a Juninho Pernambucano, outro ídolo do clube.

Em todos os principais campeonatos, a falta de transferências de peso - à exceção de Ronaldinho Gaúcho - é tida como a grande surpresa deste início de temporada.

Porém, os clubes têm até o dia 31 de agosto - data do fechamento do mercado de transferências - para desembolsar mais alguns milhões de euros. Em 2003, a venda do atacante brasileiro Ronaldo da Inter de Milão para o Real Madrid foi concretizada 15 minutos antes do fim do prazo.

As dez contratações mais caras da temporada na Europa:

DANIEL ALVES (BRA)
Sevilla (ESP) ao Barcelona (ESP)
32 milhões de euros

Luka Modric (CRO)
Dínamo de Zagreb (CRO) ao Tottenham (ING)
27 milhões de euros

Robbie Keane (IRL)
Tottenham (ING) ao Liverpool (ING)
24 milhões de euros

JÔ (BRA)
CSKA Moscou (RUS) ao Manchester City (ING)
24 milhões de euros

AMAURI (BRA)
Palermo (ITA) à Juventus (ITA)
22,8 milhões de euros

David Bentley (ING)
Blackburn (ING) ao Tottenham (ING)
22 milhões de euros

RONALDINHO GAÚCHO (BRA)
Barcelona (ESP) ao Milan (ITA)
21 milhões de euros

Bosingwa (POR)
Porto (POR) ao Chelsea (ING)
20 milhões de euros

Dani Güiza (ESP)
Mallorca (ESP) ao Fenerbahçe (TUR)
17,5 milhões de euros

Martín Cáceres (URU)
Villarreal (ESP) ao Barcelona (ESP)
16,7 milhões de euros


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo