iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/08 - 20:34

Vasco marca no fim e arranca empate com o Botafogo

Madson cruzou e Rodrigo Antônio fez no finalzinho o gol que evitou a sétima vitória consecutiva do Fogão

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O Botafogo alcançou sua sétima partida consecutiva sem derrotas no Campeonato Brasileiro, a primeira delas que não venceu. Neste domingo, no Maracanã, a equipe de Ney Franco ganhava do Vasco até 44 minutos do segundo tempo, quando o adversário empatou o clássico por 1 a 1. Assista aos gols no player ao lado >>

Apesar de deixar a vitória escapar, o Botafogo segue na zona de classificação à Copa Libertadores, na quarta colocação com 38 pontos (apenas um de vantagem para o São Paulo). Já o Vasco soma 26 e começa a se aproximar do meio da tabela.

Na próxima rodada, sábado, o Botafogo receberá o ameaçado Náutico no Engenhão. O Vasco visitará o líder Grêmio no dia seguinte, no estádio Olímpico.

O jogo 
A estratégia do técnico Tita parecia que vingaria após os primeiros minutos. O Botafogo pressionava o Vasco, porém sofria com os contra-ataques do Vasco. Por mais de uma vez, Edmundo conseguiu deixar Alan Kardec em condições de abrir o placar; em uma delas, o árbitro Djalma Beltrami anulou gol do atacante.

Bastou o Botafogo ajustar a marcação, no entanto, para começar a dominar o jogo. Com a velocidade de Carlos Alberto aliada à criatividade de Lucio Flávio, os comandados de Ney Franco só não abriram o placar porque erravam muito no ataque. Pior para o Vasco quando Edu deixou o campo machucado, para a entrada de Serginho.

A ofensividade do Botafogo não evitou que as duas equipes descessem para os vestiários do Maracanã sob vaias no final do primeiro tempo. A insatisfação, entretanto, não convenceu nenhum dos treinadores a fazerem alterações no intervalo da partida.

O segundo tempo recomeçou como o primeiro, com o Botafogo no ataque. Agora, porém, não demorou muito para o gol. Aos 8 minutos, Carlos Alberto chutou forte, e o goleiro Roberto deu rebote. Wellington Paulista aproveitou e conferiu. O atacante ficou por mais pouco tempo em campo, já que se contundiu e foi substituído por Fábio.

Àquela altura, o Vasco já contava com Madson e Marquinho nos lugares de Wagner Diniz e Mateus. Os torcedores, que exigiram a entrada de Jean, não perdoaram Tita. Enquanto era chamado de “burro”, o técnico não recusava entrevistas à beira do campo. Pedia paciência à sua equipe.

Quem exagerou na despreocupação foi o Botafogo. Com o jogo nas mãos e mais bem postado em campo do que o adversário, a equipe de Ney Franco passou a oferecer espaços. Aos 44 minutos, Rodrigo Antônio (Madson reivindicou o gol) desviou de cabeça e empatou. Festa para os torcedores do Vasco, que comemoraram a igualdade como vitória.

FICHA TÉCNICA (veja como foi lance a lance)
VASCO 1 X 1 BOTAFOGO

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 24 de agosto de 2008, domingo
Horário: 18h10 (de Brasília)
Árbitro: Djalma Beltrami (Fifa-RJ)
Assistentes: Ediney Mascarenhas e Claudio Soares (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Madson, Eduardo Luiz, Jonílson e Edmundo (Vasco); Diguinho e Triguinho (B) ?
Gols: BOTAFOGO: Wellington Paulista, aos 8 do segundo tempo; VASCO: Rodrigo Antônio, aos 44 minutos do segundo tempo

VASCO: Roberto; Wagner Diniz (Madson), Jorge Luiz, Eduardo Luiz e Edu (Serginho); Jonílson, Rodrigo Antônio, Alex Teixeira e Mateus (Marquinho); Alan Kardec e Edmundo
Técnico: Tita

BOTAFOGO: Castillo; Thiaguinho, Renato Silva, André Luiz e Triguinho; Diguinho, Túlio, Carlos Alberto e Lucio Flavio; Gil (Zé Carlos) e Wellington Paulista (Fábio) (Lucas)
Técnico: Ney Franco

Leia também:


Leia mais sobre: Vasco Botafogo

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo