iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/08 - 20:49

Roth rechaça comparação com "Batalha dos Aflitos"

Gol marcado no final pelo tricolor gaúcho fizeram com que jogo de 2005 fosse lembrado

Gazeta Esportiva

RECIFE - Após muito pressionar, o Grêmio conseguiu empatar em 1 a 1 o jogo com o Náutico quando o árbitro já estava prestes a encerrar o jogo, aos 48 minutos. Contente com o resultado, o técnico gremista Celso Roth rechaçou a comparação do jogo deste domingo com o da famosa ‘Batalha dos Aflitos’, de 2005.

No mais famoso confronto entre o Timbu e o Tricolor Gaúcho, válido pela Série B do Campeonato Brasileiro, o Grêmio conseguiu mostrar um poder de superação impressionante e garantir a sua volta à elite do futebol nacional, mesmo quando tudo indicava o contrário.

Para Roth, não há como comparar as duas partidas, até porque o jogo de hoje não tinha um caráter decisivo, ao contrário daquele – um confronto de vida ou morte.

“Não dá pra comparar. Aquele jogo tinha um caráter mais decisivo, e esse aqui não tanto. Mas foi um grande jogo, assim como aquele, a pena é o campo não deixar os times praticarem um futebol melhor. A gente sabia que aqui é sempre corrido, pegado,, batalhado, mas com o campo assim fica pior pra todo mundo”, criticou Roth.

O treinador tricolor ainda lamentou o fato de os seus jogadores não terem obedecido às suas ordens e chutado mais ao gol, onde se postava o inexperiente goleiro Deivid, do Timbu, que substituiu André durante a partida.

“Eu pedi muito que eles chutassem ao gol, e eles nem sempre me obedeceram. O goleiro deles era novo, e mostrou inexperiência em alguns lances. Mas sei que com alguma maturidade a mais ele vai poder seguir a carreira dele tranquilamente”, finalizou.

Com o empate fora de casa, o Grêmio conseguiu se distanciar do segundo colocado Palmeiras, que está cinco pontos atrás, e ao tempo empurrou o Náutico para a zona de rebaixamento para a Série B do ano que vem.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo