iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/08 - 17:53

Rodrigo Souto volta como capitão e Peixe reencontra vitória

O atacante Kléber Pereira mais uma vez foi o destaque do Santos e marcou os dois gols da partida

Gazeta Esportiva

SANTOS - Principal reforço do Santos para a partida deste domingo contra o Cruzeiro, na Vila Belmiro, o volante Rodrigo Souto, liberado pela Fifa após ser suspenso por dois anos por uso de doping, foi, ao lado do artilheiro Kléber Pereira, o principal destaque da vitória alvinegra sobre a Raposa por 2 a 0. Assista aos gols no player ao lado >>

Sem jogar desde a derrota por 3 a 0 para o Figueirense, em 16 de julho, o jogador recebeu como presente do técnico Márcio Fernandes a faixa de capitão da equipe, antes trajada ou por Fábio Costa ou por Kléber, ambos entregues ao departamento médico.

O camisa oito não decepcionou a confiança do treinador e foi um leão em campo. Além de dar ao meio-campo a tranqüilidade que vinha faltando ao time, Souto participou diretamente do gol que abriu o caminho da vitória, ao enxergar Michael livre pela direita e ver o ex-palmeirense cruzar na medida para Kléber Pereira marcar o primeiro gol do jogo.

O matador santista voltou a balançar as redes na etapa final, desta vez ao receber passe milimétrico do colombiano Molina, que acabara de entrar em campo no lugar do ex-palmeirense Michael, que saiu contundido.

O Santos volta a campo no domingo, para encarar o São Paulo, no Morumbi, às 16 horas. No mesmo dia, só que um pouco mais tarde, às 18h10, o Cruzeiro terá pela frente o ascendente Coritiba, no Mineirão.

O jogo: A velocidade foi a tônica dos 45 minutos iniciais do duelo entre o vice-líder e o vice-lanterna do Brasileirão. Protegido pelas presenças de Roberto Brum e Bida, Rodrigo Souto atuou com liberdade, encostando em Michael e auxiliando na armação das jogadas ofensivas do Peixe.

Foi dessa forma que fez boa trama com Wendel e serviu para o ex-palmeirense cruzar na medida para Nelson Cuevas, outra novidade santista no jogo, bater de primeira e por pouco não marcar um golaço logo aos 11 minutos. O mesmo Cuevas voltou a levar perigo ao receber de Michael e bater cruzado, quando a melhor opção era servir Kléber Pereira, que entrava livre pela direita.

Bem armado por Adilson Batista e apostando apenas nos contra-ataques, o Cruzeiro chegou perto do gol de Douglas somente em duas oportunidades, uma com Wanderley, que adiantou demais a bola, e outra com Guilherme, que chegou a dar lindo corte em Carleto, mas chutou fraco.

Melhor no jogo, o Santos, mais uma vez, foi bem no quesito criação, mas péssimo na conclusão. Depois de criar e desperdiçar ótimas chances com Bida, Cuevas, Carleto e Kléber Pereira, o artilheiro santista, enfim, aliviou o desespero do torcedor aos 42 minutos.

Wendel fez bonita jogada e tocou para Rodrigo Souto, que enxergou Michael livre pela direita. O ex-palmeirense passou em velocidade e cruzou para Kléber Pereira, que só teve o trabalho de mandar para o fundo das redes de Fábio: 1 a 0 e vantagem na descida para o intervalo.

Reencontro: O Cruzeiro voltou para o segundo tempo com o santista Carlinhos, trocado por Apodi, na lateral esquerda em lugar de Jadílson, e com Bruno no ataque substituindo Wanderley. Piorou e transformou o goleiro Douglas em mero espectador.

O Santos voltou igual, mas com uma recomendação de Márcio Fernandes: “Precisamos acertar o passe final e matar o jogo”. Fabiano Eller, de cabeça, deixou o grito de gol preso na garganta e Wendel, em linda arrancada pelo meio, tirou tinta da trave, mas Kléber Pereira, sempre ele, apareceu mais uma vez para matar o jogo, como pediu Márcio Fernandes.

O camisa nove recebeu passe milimétrico do colombiano Molina, que acabara de substituir Michael e, com categoria, bateu o goleiro Fábio, marcando o segundo gol e garantindo o reencontro santista com a vitória após cinco rodadas de jejum.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 2 X 0 CRUZEIRO  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 24 de agosto de 2008 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Roberto Braatz (Fifa-PR)
Renda: R$ 63.052,00
Público: 8.563 pagantes
Cartões amarelos: Bida (Santos), Fabrício (Cruzeiro)

GOLS:
SANTOS: Kléber Pereira, aos 42 minutos do primeiro tempo e aos 35 minutos do segundo tempo

SANTOS: Douglas; Wendel, Domingos, Fabiano Eller e Carleto; Roberto Brum, Rodrigo Souto (Dionísio), Bida e Michael (Molina); Cuevas (Wesley) e Kléber Pereira
Técnico: Márcio Fernandes

CRUZEIRO: Fábio; Elicarlos, Thiago Heleno, Léo Fortunato e Jadílson (Carlinhos); Fabrício, Marquinhos Paraná (Fernandinho), Henrique e Gerson Magrão; Guilherme e Wanderley (Bruno)
Técnico: Adilson Batista

Outros resultados:


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo