iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

24/08 - 18:04

Goleiros falham e Inter e Flamengo ficam no empate

Bruno e Clemer erraram e deram emoção ao jogo, que foi disputado até o final no Beira-Rio

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Internacional e Flamengo se enfrentaram neste domingo, no Estádio Beiro-Rio, tentando manter o caminho das vitórias para ascender na tabela, mas acabaram barrrados um pelo outro. O placar de 1 a 1 acabou refletindo o jogo equilibrado protagonizado em Porto Alegre, o que não muda a posição dos times na classificação. Assista aos gols do jogo no player ao lado >>

Os dois gols do jogo foram marcados após falha dos goleiros. No primeiro tempo, Bruno deixou escapar entre as mãos uma bola lançada forte demais e Nilmar aproveitou para completar de cabeça. Na etapa final, Clemer saiu mal e não alcançou a bola, que foi cabeceada por Obina, empatando o jogo.

Pior para o Flamengo, que chega para a próxima rodada com a obrigação de vencer o Fluminense no clássico carioca que acontece no domingo, às 18h10 (de Brasília). Já o Colorado vai tentar conquistar pontos fora de casa contra o Sport, na Ilha do Retiro, também no domingo, mas às 16 horas.

O jogo
Demorou quase sete minutos para as equipes conseguirem criar a primeira chance real de gol, mas, desde o minuto inicial, podia-se ver o predomínio tático do Internacional. D’Alessandro, Alex e Gustavo Nery armavam as jogadas por todos os setores do campo, sempre visando o atacante Nilmar, que flutuava na intermediária, infernizando o setor defensivo do Flamengo.

Foi o volante Guiñazu, no entanto, que ofereceu perigo aos sete minutos, quando bateu bem de fora da área para grande defesa do goleiro Bruno, que ainda se chocou com Nilmar no rebote, deixando reclamação de pênalti pelos colorados. Aos 14 minutos, em bola roubada no meio de campo, Gustavo Nery lançou forte demais para Nilmar, mas, uma bola que parecia certa para o goleiro Bruno, acabou rebatida em seu peito e sobrando na cabeça de Nilmar, que testou para abrir o placar.

Precisando do resultado, o Flamengo passou a concentrar a posse de bola, mas novamente foi barrado pela forte marcação e não conseguia criar jogada. O jeito era arriscar em cruzamentos pela direita ou em finalizações de fora da área. Enquanto isso, o rápido contra-ataque do Inter continuava desperdiçando chances de ampliar o marcador, sempre com Nilmar.

Aos 37, em falta cavada por Gustavo Nery na entrada da área, Alex cobrou com perfeição para o camisa 9, que apareceu por trás da zaga e cabeceou firme, errando por pouco o alvo. Pouco mais tarde, novamente Nilmar recebeu lançamento, driblou o goleiro Bruno e bateu, mas Fábio Luciano se esforçou para evitar o gol.

Com Obina e com outra postura, o Flamengo voltou para o segundo tempo melhor, mas ainda barrando nas deficiências de criação: Kléberson, Ibson e Marcelinho Paraíba eram bem marcados. O que não mudou foram os rápidos contra-ataques do time gaúcho e, logo aos quatro minutos Nilmar conseguiu tirar a marcação dentro da área, mas, desequilibrado, finalizou por cima da meta.

Aos 14 minutos, a substituição do técnico Caio Junior surtiu efeito. Juan cobrou falta pela esquerda, Clemer subiu, mas não encontrou nada e Obina apareceu mais alto para cabecear, empatando o jogo no Beira-Rio. Então, a partida ficou equilibrada e ambos os times desperdiçaram chances de gol: o anfitrião com Adriano e o visitante com Juan.

Com o time cansado e com ritmo mais lento, o técnico Tite colocou o jovem Taison na partida para dar mais mobilidade. Neste momento, no entanto, o Flamengo marcava melhor e chegava à frente no placar. Aos 35 minutos, o rubro-negro quase virou o placar em forte chute de fora da área dado por Ibson, mas Clemer fez grande defesa.

Já nos acréscimos, o Flamengo intensificou a pressão e perdeu duas boas chances de garantir a vitória de virada. Na primeira, Erick Flores recebeu lançamento dentro da área e bateu cruzado, acertando a trave de Clemer. Pouco depois, Obina recebeu em posição de impedimento dentro da área e quase marcou, chutando para fora. Logo depois foi a vez de Nilmar desperdiçar mais uma chance: recebeu na entrada da área, cortou a zaga e bateu rente à trave, na esquerda.

FICHA TÉCNICA (Veja como ficou o jogo lance a lance)
INTERNACIONAL 1 X 1 FLAMENGO

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 24 de agosto de 2008, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Renato Miguel Vieira (DF)

Cartões Amarelos: Rosinei, Adriano, Magrão, D’Alessandro (Internacional); Ibson, Erick Flores, Aírton, Fábio Luciano e Jaílton (Flamengo)

Gols: INTERNACIONAL: Nilmar, aos 14 minutos do primeiro tempo
FLAMENGO: Obina, aos 15 minutos do segundo tempo

INTERNACIONAL: Clemer; Índio (Danny Moraes), Bolívar e Marcão; Rosinei, Magrão (Taison), Guiñazu, D'Alessandro e Gustavo Nery; Alex (Adriano) e Nilmar
Técnico: Tite

FLAMENGO: Bruno; Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Jaílton (Toró), Aírton, Ibson e Kléberson; Maxi (Obina) e Marcelinho Paraíba (Erick Flores)
Técnico: Caio Júnior

Leia também


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo