iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

22/08 - 19:16

Presidente engrossa o coro de cobranças no Atlético-MG

“Eu vi um time completamente desfigurado, nada parecido com o Atlético, até na falta de garra, de luta”, disse o cartola

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - Após o empate de 1 a 1 contra o Goiás, no Mineirão, os jogadores deixaram o gramado reconhecendo que era um momento para cobranças. No vestiário, ela veio, por meio do técnico Marcelo Oliveira. Nesta sexta, foi a vez de o presidente do clube comparecer ao centro de treinamentos fazer também sua pressão.

Pressionado por parte da torcida para renunciar ao cargo, Ziza Valadares resolveu mostrar serviço e deu uma entrevista à imprensa, criticando a atuação desta quinta. “Eu vi um time completamente desfigurado, nada parecido com o Atlético, até na falta de garra, de luta”, reclamou.

O dirigente disse ainda que, antes de falar aos jornalistas, passou seu recado diretamente aos mais interessados. “Eu conversei ontem (quinta-feira) com os jogadores, conversei ontem (quinta-feira) também com a comissão técnica e aqui estou para cobrar uma posição mais firme. Nós temos que caminhar, é hora de ganhar, nós precisamos ganhar domingo”, afirmou.

Apesar das cobranças, o cartola não fez ameaças específicas a ninguém caso o time não vença o Atlético-PR no domingo. Ao contrário, deu total apoio à comissão técnica de Marcelo Oliveira.

“Se você for trocar de técnico cada vez que você não tiver um bom resultado, as coisas não vão andar normais. Vários times que estão disputando o campeonato trocaram de técnico e, nem por isto, as coisas melhoraram. Nós acreditamos no Marcelo, estamos apostando no Marcelo. O Marcelo tem a nossa absoluta confiança”, assegurou.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo