iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/08 - 22:25

Lusa perde para Vasco no interior e ocupa a zona de rebaixamento

Gol da vitória do Vasco foi marcado por Alex Teixeira aos 12 minutos do segundo tempo

Gazeta Esportiva

SANTA BÁRBARA D'OESTE - No dia em que completa 110 anos de existência, o Vasco confirmou o bom momento no Campeonato Brasileiro e manteve a reação no Campeonato Brasileiro ao bater a Portuguesa por 1 a 0. O resultado afastou a equipe da zona de rebaixamento, deixando um lugar entre os desesperados exatamente para o time paulista

Atuando no Estádio Antônio Guimarães, em Santa Bárbara D’Oeste por conta de uma perda de mando de campo decretada pelo STJD, após uma pedrada no vestiário dos árbitros na partida contra o Flamengo, a Lusa não conseguiu manter longe de casa o bom retrospecto que tinha no Canindé.

Nem mesmo a presença do medalhista olímpico da natação, César Cielo, natural da cidade do interior paulista e autor do pontapé inicial da partida, conseguiu inspirar os jogadores rubro-verdes. Melhor para o Vasco, que chega ao 13° lugar da tabela, enquanto a Lusa fica com a ameaçadora 17ª posição

O Jogo - O confronto começou forte. Um minuto depois de trocar algumas palavras com o medalhista olímpico César Cielo no meio-de-campo, o atacante Fellype Gabriel deu a primeira emoção à partida e aos poucos torcedores presentes no Estádio Antônio Guimarães, no interior paulista. No primeiro ataque, o jogador recebeu dentro da área e carimbou a trave do goleiro Roberto.

Nos 15 minutos iniciais o jogo foi da Portuguesa. Ainda com a ausência de Preto, mas desta vez com formação ofensiva, a principal jogada era as bolas alçadas na área, em direção à dupla de ataque Jonas e Washington, exímios cabeceadores. Mas não foram só os centroavantes que ofereceram perigo: o zagueiro Bruno Rodrigo também quase marcou na etapa inicial, em cabeçada perigosa.

Aos poucos, o Vasco foi acertando a marcação e chegando ao ataque – inicialmente com as jogadas em velocidade do atacante Madson. O primeiro lance de gol veio em cobrança de falta de Wagner Diniz, na qual o goleiro André Luiz usou os reflexos para rebater. O time cruzmaltino, no entanto, encontrava dificuldades para encaixar o contra-ataque.

Aos 40 minutos, em longo lançamento, Jonílson se atrapalhou para recuar uma bola e o goleiro Roberto acabou fazendo a defesa com as mãos, dentro da área. Na cobrança em dois lances, foi a vez de Edno carimbar o poste vascaíno, enquanto o guarda-metas se esticava para tentar a defesa.

A Portuguesa voltou para o segundo tempo novamente com ritmo forte, mas quem marcou foi o Vasco. O setor ofensivo do time conseguiu encaixar o contra-ataque e, então, Alex Teixeira deixou para trás Wilton Goiano, cortou o zagueiro Bruno Rodrigo e bateu da entrada da área, abrindo o placar aos 12 minutos.

Com o gol, o jogo esquentou, as disputas se tornaram mais duras e a Portuguesa não conseguiu transformar o nervosismo em jogadas de perigo. Muitas falhas e erros de passes minaram os ataques que não eram barrados pela defesa vascaína. Sob os olhares e orientações do técnico Tita e do atacante Edmundo, o grupo administrava a vitória.

Precisando do resultado, o técnico Valdir Espinosa colocou o atacante Vaguinho no lugar do volante Carlos Alberto, mas a troca pouco resultado surtiu. A equipe do Canindé não mostrou que tinha o mando de campo e continuou barrando na falta de criatividade do meio-de-campo e também no pouco apoio dos laterais.

Aos 35 minutos, o time rubro-verde quase chegou não empate, quando Bruno Rodrigo recebeu bola alçada na área, ajeitou com o peito e Edno bateu firme, mas Roberto fez boa defesa. Depois, seqüências de bolas cruzadas e tabelas na intermediária insistiam em acabar com desarmes ou erros de passes.

No fim, em meio ao desespero do time verde-rubro, o Vasco quase ampliou, mas o goleiro André Luiz saiu do gol para impedir a finalização de Vilson. Na seqüência, Edno teve boa oportunidade em cobrança de falta, mas mandou por cima do gol, encerrando a chance de evitar a derrota em Santa Bárbara.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA 0 X 1 VASCO  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Antônio Guimarães, em Santa Bárbara D’Oeste (SP)
Data: 21 de agosto de 2008, quinta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)
Assistentes: Marrubson Melo Freitas e Evandro Gomes Ferreira (ambos do DF)

Cartões Amarelos: Bruno Teles, Dias, Carlos Alberto, Edno(Portuguesa); Jorge Luiz, Alex Teixeira (Vasco)

Gols: VASCO: Alex Teixeira, aos 12 minutos do segundo tempo

PORTUGUESA: André Luiz; Wilton Goiano, Bruno Rodrigo, Ediglê e Bruno Telles (Bruno Recife); Dias (Erick), Carlos Alberto (Vaguinho), Edno e Fellype Gabriel; Washington e Jonas
Técnico: Valdir Espinosa

VASCO: Roberto; Wagner Diniz, Jorge Luiz, Eduardo Luiz e Edu; Jonílson, Rodrigo Antônio, Marquinho e Mádson (Edmundo); Alex Teixeira (Vilson) e Alan Kardec (Jean)
Técnico: Tita


Leia mais sobre: Vasco Portuguesa

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Pontapé dourado
O pontapé inicial foi dado por César Cielo, medalha de ouro nos 50m livre em Pequim

Topo