iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

21/08 - 22:30

Flamengo impede disparada do Grêmio na liderança

Gols da vitória do Fla foram marcardos por Maxi e Toró. Souza diminuiu para os gaúchos em cobrança de falta

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O Flamengo manteve a disputa pelo título brasileiro equilibrada. Na noite desta quinta-feira, no Maracanã, o time comandado por Caio Júnior venceu o líder Grêmio por 2 a 1, gols de Maxi, Toró e Souza (para o os visitantes), e impediu os gaúchos de “começarem a ficar com a faixa de campeão”, nas palavras do técnico Vanderlei Luxemburgo. Assista aos gols no player ao lado >>

O Grêmio segue com 44 pontos, cinco à frente do segundo colocado Cruzeiro. Novamente próximo da zona de classificação à Copa Libertadores, dividindo a sexta posição com o Coritiba, o Flamengo subiu para 35. No domingo, o Rubro-negro enfrentará outro clube gaúcho, o Internacional, no Beira-Rio. O Tricolor visitará o Náutico no mesmo dia.

O jogo
O Flamengo pressionou o Grêmio no Maracanã como o líder do Campeonato Brasileiro costuma fazer com seus adversários no estádio Olímpico. Movimentando-se bastante, os laterais Leonardo Moura e Juan e o atacante Marcelinho Paraíba eram as principais opções ofensivas do time carioca.

Acuado, o Grêmio ainda desarmava seu sistema defensivo quando tentava responder às investidas do Flamengo. Quase sempre, não ia muito além do meio-campo. O primeiro chute a gol só aconteceu aos 20 minutos, momento em que Souza recebeu passe de Tcheco e arriscou de longa distância. Para fora.

O Flamengo se inspirou na tentativa dos visitantes. Kléberson e Leonardo Moura também buscaram o gol de fora da área. Sem sucesso (o primeiro bem pior do que o segundo). Quando chegou a vez de Juan, o goleiro Victor se atrapalhou e deu rebote. O argentino Maxi aproveitou para marcar pela primeira vez no Brasileirão: 1 a 0.

A desvantagem despertou o Grêmio, o que o técnico Celso Roth ainda não havia conseguido fazer ao se esgoelar à beira do gramado. Aos 34, Perea cruzou com precisão para Marcel, mas Bruno conseguiu fazer a defesa no contrapé. A resposta do Flamengo foi novamente com Juan, pouco depois. O lateral chutou cruzado, com perigo, rente à trave.

A melhora do Tricolor nos minutos finais da primeira etapa não satisfez o técnico Celso Roth. “Esse não é o Grêmio”, constatou, no início do segundo tempo. No intervalo, ele sacou o colombiano Perea para a entrada de Makelele, deslocando Souza da ala direita para atuar com liberdade no meio-campo. A alteração surtiu efeito.

Com sua equipe recuada a contragosto, o técnico Caio Júnior ficou tão irrequieto quanto estava Roth no início do jogo. Por pouco tempo. Embora o Flamengo já não fosse mais soberano em campo, logo conseguiu controlar a pressão do Grêmio. A ponto de os gaúchos esgotarem rapidamente suas últimas alterações: Reinaldo e André Luís substituíram Jean e Anderson Pico.

No Flamengo, Aírton, Kléberson e Maxi saíram bastante cansados (para as entradas de Toró, Obina e Jônatas) em função do ritmo forte do time no primeiro tempo. E, quando a partida já perdia a graça, o Grêmio renovou suas esperanças. Aos 37 minutos, Souza cobrou falta com força e empatou a partida.

O Flamengo conseguiu fechar o placar três minutos depois. Em sua primeira partida no Maracanã desde que retornou ao futebol brasileiro, Marcelinho Paraíba fez bela jogada, e a bola sobrou limpa na área. Atento, Toró chutou forte para assegurar a vitória do Rubro-negro: 2 a 1. Festa nas arquibancadas.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 2 X 1 GRÊMIO  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 21 de agosto de 2008, quinta-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Assistentes: Ednílson Corona (Fifa-SP) e Roberto Braatz (Fifa-PR)
Público: 28.617 pagantes (total de 31.716)
Renda: R$ 497.038,00
Cartões amarelos: Toró (Flamengo); Jean, Pereira, Willian Magrão (Grêmio)
Gol: FLAMENGO: Maxi, aos 26 minutos do primeiro tempo, e Toró, aos 40 minutos do segundo tempo; GRÊMIO: Souza, aos 37 minutos do segundo tempo

FLAMENGO: Bruno; Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Jaílton, Aírton (Toró), Ibson e Kléberson (Obina); Maxi (Jônatas) e Marcelinho Paraíba
Técnico: Caio Júnior

GRÊMIO: Victor; Jean (Reinaldo), Pereira e Réver; Souza, Rafael Carioca, Willian Magrão, Tcheco e Anderson Pico (André Luís); Perea (Makelele) e Marcel
Técnico: Celso Roth


Leia mais sobre: Flamengo Grêmio

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo