iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/08 - 15:53

STF concede liminar em habeas corpus a Kia Joorabchian

Iraniano é acusado de cometer os crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - O Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu liminar em habeas corpus suspendendo a ordem de prisão preventiva ao iraniano Kia Joorabchian, presidente da MSI, parceira do Corinthians na conquista do título brasileiro de 2005. A decisão do ministro Celso de Mello vai contra a ordem de prisão expedida pelo Juiz Fausto Martim de Sanctis, da 6ª Vara Criminal Federal de São Paulo, em julho de 2007.

O iraniano é acusado, em denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal, de cometer os crimes de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, no mesmo processo em que estão envolvidos o ex-presidente do Corinthians, Alberto Dualib, Nesi Curi, vice afastado, Renato Duprat, entre outros.

“A condição jurídica de não-nacional do Brasil e a circunstância de esse mesmo réu estrangeiro não possuir domicílio em nosso país não legitimam a adoção, contra tal acusado, de qualquer tratamento arbitrário ou discriminatório”, afirmou Celso de Mello, à revista jurídica Última Instância.

Para Roberto Podval, advogado de Kia, o empresário não deve se esquivar de responder ao processo, já que é o maior interessado em esclarecer todos os fatos. “Kia está comprometido com a Justiça brasileira e apresentará sua defesa perante os nossos tribunais”, afirmou, também à revista jurídica.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Arquivo/US

Volta ao Brasil?
Ex-presidente da MSI, empresário Kia Joorabchian é acusado de lavagem de dinheiro no país

Topo