iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/08 - 09:13

Mano nega dor de cabeça e comemora opções para o meio

Com nove nomes para escalar na armação da equipe, desafio de técnico gaúcho é escolher quem será titular

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Morais, Douglas, Diogo Rincón, Lulinha, Dinelson, Elias, Eduardo Ramos, Rafinha e Marcel. O Corinthians, que sofria com a carência no setor no início da temporada, tem quase um time de meias à disposição do técnico Mano Menezes.

Mesmo não aproveitando alguns deles, como Rafinha, que pouco atuou desde que foi contratado, ou escalando outros fora da posição, como Elias e Eduardo Ramos, que chegaram depois de atuarem como armadores nos seus ex-times, o treinador alvinegro valoriza o grande número de opções.

A concorrência aumentou com a contratação de Morais por empréstimo do Vasco. O reforço já atuou na vitória dos reservas sobre o time sub-20 nesta terça-feira e promete dar a Mano uma dor de cabeça que todo o técnico sonha em ter. “Costumo ter dor de cabeça quando não tenho opções, e não quando tenho. O Morais atuou no jogo-treino por 60 minutos, conforme planejamos, e vamos continuar observando. Já formamos uma base e vamos pensar nesta opção que ganhamos com a chegada de Morais”, analisou o técnico.

Após o rebaixamento, o Timão acelerou o processo de contratações, mas, antes do Campeonato Paulista, acertou apenas com Marcel e Rafinha, que acabariam não se firmando, para o setor de armação. Em contrapartida, volante era o que não faltava no Parque São Jorge, o que gerou críticas à diretoria. Perdigão, Fabinho e Bóvio, já dispensado, chegaram e se juntaram a Carlos Alberto, Bruno Octávio, Marcelo Oliveira e Nilton.

Alguns meses depois, agora com uma variedade de meias, Mano exalta o planejamento. “Iniciamos o ano com muitos volantes, vocês (jornalistas) reclamaram, muitos se preocuparam, mas nos acertamos nesta posição. Depois, em um segundo momento, trouxemos opções para a armação, jogadores mais ofensivos, para completar o setor”, explicou o treinador.

Uma das opções para o concorrido meio-campo corintiano, Douglas está com a moral novamente elevada com o comandante. Após ser cobrado publicamente pelo próprio Mano, o camisa 10 marcou o primeiro e fez a jogada do segundo gol na vitória por 2 a 0 sobre o América-RN, pouco depois de a Fiel ensaiar as primeiras vaias ao atleta por causa da inoperância ofensiva do time.

Satisfeito com o desempenho, Mano voltou a elogiar Douglas e espera “lucrar”, literalmente, com a fase artilheira do meia, que já tem cinco gols na Série B. “O Douglas evoluiu muito desde que chegou aqui, em termos de posicionamento, de ofensividade. Falei para ele que nunca marcou tanto gol assim, que antes só fazia um ou outro, cobrando pênalti. Na próxima renovação dele eu vou pedir participação”, brincou o técnico do Corinthians.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo