iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

20/08 - 08:13

Andrés Sanchez nega acordo, mas garante: “O estádio vai sair'

Com a minuta do contrato de um Consórcio em mãos, presidente do Corinthians ainda analisa outras propostas

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Presente à palestra da candidata à Prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, em evento realizado na sede da Federação Paulista de Futebol na manhã de terça-feira, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, reservou alguns momentos para conversar separadamente com a reportagem da Gazeta Esportiva.Net .

Questionado a respeito do tão sonhado estádio corintiano, Sanchez revelou que a chegada da minuta do contrato às mãos do vice-presidente do clube, Heleno Maluf, na última quarta-feira, não garantiu ao Consórcio Egesa/Seebla a exclusividade do empreendimento.

Milton Trajano


“A minuta chegou, mas e daí? Eles não entregaram no prazo e não tem mais exclusividade. Acabou no dia 28 (de julho). Vamos estudar, mas só vou acertar quando tiver a assinatura do presidente do banco garantindo a liberação do dinheiro para 70% das obras (R$ 250 milhões). Se tiver, assino, se não tiver, espero outro”, avisou o presidente.

Apesar de não se entusiasmar com a chegada da minuta do contrato do Consórcio às mãos da direção do clube, Andrés Sanchez assegurou que, de uma maneira ou de outra, o sonho do corintiano em finalmente ver o clube ter a sua casa irá se transformar em realidade durante o seu mandato.

“Estou com o saco cheio de ver maquetes. Quero é ver o dinheiro e as obras iniciadas. O estádio vai sair. Não sei se com esse consórcio ou com o outro, mas nosso estádio vai sair. Isso eu garanto”, concluiu Sanchez.

Leia também:
Contrato chega e sonho do estádio corintiano segue vivo


Leia mais sobre: Estádio do Corinthians

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo