iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/08 - 11:32

Crise do Inter ajuda Palmeiras, opina ex-gremista Diego Souza

Sem papas na língua, meia concordou que temeria mais o Colorado se o time tivesse embalado com vitórias

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Na cartilha atual do futebol, é de praxe os jogadores dizerem que é tão difícil enfrentar um time em crise quanto um embalado. Um conhecedor do adversário palmeirense nesta quarta-feira, no entanto, admitiu vantagem na atual seqüência negativa do Internacional. Ídolo no Grêmio em 2007, Diego Souza enxerga um ambiente favorável aos visitantes no Beira-Rio.

“Pegar o Inter embalado com vitórias sem dúvida traz muito mais dificuldades. A confiança do atleta é tudo. Na situação que eles estão, vão entrar concentrados, mas, se errar um passe, a cabeça vai longe”, previu o meia, que venceu seus dois confrontos com a camisa tricolor no ano passado – 2 a 0 no Beira-Rio e 1 a 0 no Olímpico.

O camisa 7 está certo de que os colorados tentarão atacar o Verdão desde o primeiro minuto para abrir o placar a qualquer custo. “Eles não vencem há quatro partidas e para o Inter isso é um pressão muito grande. Vão vir para cima da gente com tudo”, projetou, lembrando, no entanto, que o fato de terem sido recebidos pela torcida com pipocas após a goleada por 4 a 0 para o Vasco e a expectativa de protesto nas arquibancadas devem pesar a favor dos paulistas.

“Pressão eles sempre vão ter porque é um clube grande, campeão do mundo, e é claro que para jogar futebol e ser bem sucedido até na vida tem que ter personalidade em todas as situações. Quem entrar em campo tem essa personalidade, mas eles sabem da dificuldade por não ter a torcida junto”, comentou.

Menos incisivo que o companheiro, Evandro não vê facilidade para o Palmeiras. Para o meia, visitar os atuais campeões gaúchos sempre é uma tarefa complicada. “Tanto faz, mas isso é bastante perigoso. Pelo fato de estarem pressionados, eles têm na cabeça que têm que ganhar de qualquer jeito. E da mesma forma é quando estão embalados. É mais ou menos a mesma coisa”, analisou.

Discordância à parte, o que Diego Souza não espera é encontrar nesta quarta-feira a mesma tranqüilidade que o Verdão teve para vencer o Internacional no Palestra Itália por 2 a 1, quando Edinho foi expulso com menos de 20 minutos de jogo e Guiñazu também recebeu o vermelho no final daquela partida.

“Este jogo é diferente, até porque o Internacional perdeu um jogador expulso e tivemos maior facilidade. E também mudaram muitos jogadores no time deles, chegaram novos que muitos já conhecem por sua história no futebol. Mas temos que estar preparados para a dificuldade”, avisou o ex-gremista, de olho em Daniel Carvalho e D’Alessandro, reforços colorados para o segundo turno do Brasileirão.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo