iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/08 - 16:12

Aumenta a cobrança interna no Atlético-MG

"Temos que orientar mais um ao outro dentro de campo”, disse o goleiro Édson

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - Após a derrota de domingo para o Fluminense, Marcelo Oliveira, técnico do Atlético-MG, chegou a reclamar da falta de convicção de seus jogadores. Para o treinador, não basta ter volume de jogo e é preciso ter mais atitude na busca pelo gol.

Para o goleiro Édson, a timidez dos jogadores pode ser sentida dentro de campo, no modo como os atletas reagem à partida. “A nossa equipe fala muito pouco, cobra muito pouco. Temos que orientar mais um ao outro dentro de campo”, cobra o camisa 20 atleticano.

O arqueiro alvinegro faz questão de deixar claro que esta cobrança é feita de forma positiva, e que a falta de diálogo dentro das quatro linhas não é reflexo de má relação entre os atletas. “O grupo é unido. Não tem a cobrança devido à timidez de alguns jogadores”, explica.

Se falta cobrança dentro de campo, ao menos nas entrevistas à imprensa um dos líderes da equipe já mostrou que o Galo está devendo e precisa somar pontos. “Nossa situação não é cômoda na competição. Não importa se será de 1 a 0, o negócio é ganhar, independente de jogar bem ou não. De repente, na força, temos que conseguir o resultado”, pensa Marques.

As próximas três partidas do Atlético-MG serão disputadas em Belo Horizonte, onde o time tem bom aproveitamento. Enfrenta o Goiás, na quinta, e o Atlético-PR, no domingo, ambos pelo Brasileirão. Na outra quarta, o adversário será o Botafogo, em jogo válido pela Copa Sul-Americana.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo