iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

19/08 - 17:38

Após deixar o Santos, Adaílton assina novo contrato com o clube
Ele deverá estar à disposição do técnico Márcio Fernandes para a parida contra o Cruzeiro, domingo, na Vila Belmiro

Gazeta Esportiva

Após rescindir contrato com o Santos de maneira amigável, no último dia 25 de julho, o zagueiro Adaílton acertou um novo vínculo com o clube da Baixada. Antes de assinar o acordo, o jogador, recém-recuperado de lesão no joelho, realizou exames médicos na manhã desta terça-feira, no CT Rei Pelé.

Aprovado, ele deverá estar à disposição do técnico Márcio Fernandes para a parida contra o Cruzeiro, domingo, na Vila Belmiro.

A decisão de Adaílton de se desligar do Santos aconteceu em virtude de uma discordância do atleta com a diretoria alvinegra. Segundo o jogador, os dirigentes propuseram o corte de seu salário no período em que permanecesse no departamento médico.

“Tomei essa decisão em comum acordo com a diretoria do Santos, por incompatibilidade de pensamentos. Deixo as portas abertas para voltar um dia. Fiquei chateado com algumas situações e tomei essa decisão de sair, mesmo sabendo do carinho da torcida”, disse o zagueiro ao se desligar do clube em julho.

Adaílton está longe dos gramados há quase seis meses. Em fevereiro passado, ele foi submetido à cirurgia de ligamento cruzado do joelho direito, após sofrer a contusão na partida contra o Guarani, válida pelo Campeonato Paulista deste ano.

Após se recuperar em junho, durante um treinamento no CT, o jogador sofreu pancada no local operado e precisou passar por uma artroscopia. Com isso, continuou entregue ao centro de fisioterapia do Santos.

Depois de deixar a Vila Belmiro, Adaílton tentou um acerto com o Palmeiras, onde chegou até a treinar fisicamente, mas a negociação emperrou - no contrato anterior do zagueiro com o Santos, havia uma cláusula que o impedia de atuar por outra equipe brasileira nesta temporada.

De acordo com o empresário Juan Figer, além do interesse do Palmeiras, o zagueiro tinha propostas para atuar no Oriente Médio e no Japão. No Santos, ele fez 66 partidas e marcou três gols.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo