iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/08 - 20:11

Sem Valdívia, Alex Mineiro resolve e dá vitória sobre o Coritiba

Com o gol deste domingo, o atacante chegou ao 12º no campeonato, apenas um atrás do artilheiro Kléber Pereira

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Foi no sufoco, mas o Palmeiras mostrou que ainda tem força após a venda de Valdívia para o Al Ain. Na primeira partida após a oficialização do negócio, a equipe manteve-se como melhor mandante do Campeonato Brasileiro ao vencer o Coritiba por 1 a 0 no Palestra Itália. Assista ao gol no player ao lado >>

Depois de um primeiro tempo com boas chances para os dois lados, o Verdão encontrou problemas para entrar na área adversária na segunda etapa. Aos 30 minutos, no entanto, Evandro, contratado para substituir o camisa 10, cruzou na medida para Alex Mineiro fazer de cabeça e se consolidar como ídolo alviverde e artilheiro da competição - divide a ponta com o santista Kléber Pereira, ambos com 12 gols.

Os três pontos mantém os campeões paulistas em terceiro lugar, a sete pontos do líder Grêmio. Com 32 pontos, cinco abaixo dos adversários deste domingo, o Coritiba termina a 20ª rodada em oitavo, dois abaixo da zona de classificação da Libertadores.

O jogo
Apesar de ter deixado clara a deficiência de Fabinho Capixaba na marcação, Vanderlei Luxemburgo não escalou três zagueiros para suprir os defeitos do substituto de Elder Granja e deixou a armação de jogadas para Diego Souza e Evandro, já que Valdívia também estava suspenso e foi negociado com o Al Ain, dos Emirados Árabes Unidos.

A opção do técnico, porém, deu espaços muito explorados pelo Coritiba nos primeiros minutos. Keirrison, principal arma paranaense, passou a explorar a direita da defesa mandante e por ali, junto com Marlos, passou a marcar a saída de bola e criar chances em boas trocas de passes.

O Coxa chegou a ocupar todo seu campo ofensivo em alguns momentos. Com esta estratégia, o time do técnico Dorival Júnior assustou Marcos em giro de Rodrigo Mancha, aos oito minutos. Para evitar estragos, Sandro Silva foi escolhido para cobrir as subidas de Capixaba. E o Verdão cresceu na partida.

Sem Valdívia, a referência da equipe era Kléber. O atacante puxava a marcação e soltava a bola para quem passasse livre, contando com a ajuda de Alex Mineiro, em movimentação constante. Em jogada desse tipo, Evandro, contratado para substituir o Mago, recebeu dentro da área e tirou tinta da trave aos dez minutos. Na seqüência, os paulistas criaram outras boas chances em cabeçada de Alex Mineiro salva em cima da linha e chute cruzado de Kléber bem defendido por Vanderlei.

Acuados, os curitibanos passaram a tocar a bola para ditar novamente o ritmo do confronto. E conseguiram. Carlinhos Paraíba aparecia mais para ajudar a dupla de atacantes e os volantes subiam mais ao ataque. Em jogada desse tipo, Rodrigo Mancha aproveitou sobra da zaga para carimbar o travessão aos 19 minutos. O lance, porém, foi o último de perigo dos visitantes.

Sempre buscando o jogo no meio-campo, Kléber e Alex Mineiro ganharam a ajuda de Diego Souza, Evandro e até Jumar. Foi formada uma “blitz” sobre os campeões paranaenses. Aos 30 minutos, a pressão recomeçou com novo chute cruzado de Kléber que Vanderlei defendeu. E o atacante voltou a aparecer aproveitando passe de Fabinho Capixaba, mas batendo para fora, com o goleiro batido. Antes do intervalo, o camisa 1 do Coxa ainda interveio bem em arremate de Diego Souza com direção ao ângulo.

Na volta do intervalo, Dorival Júnior fechou os espaços em sua defesa com a entrada de Ricardinho. Desta maneira, os palmeirenses não conseguiam criar tanto quanto na primeira etapa. A primeira boa chance só ocorreu aos 12 minutos, quando Kléber chegou à linha de fundo e cruzou para Diego Souza, livre dentro da área, acertar o travessão.

Com o Coxa ineficiente em suas escassas descidas ao ataque, Luxemburgo buscou mais dinâmica à equipe com a entrada de Denílson no lugar de Jumar na metade do segundo tempo, mas a tentativa nem teve tempo para surtir efeito. Minutos depois, Fabinho Capixaba foi expulso por falta em Carlinhos Paraíba.

Sem o lateral-direito, Evandro passou a jogar mais pelo setor. E o Palmeiras se beneficiou disso logo na primeira chance do meia. O camisa 8 apareceu livre na direita e cruzou na medida para Alex Mineiro desviar de cabeça na primeira trave, sem chances para Vanderlei: 1 a 0, aos 30 minutos.

Como esperado, o gol acalmou os donos da casa e desesperou os curitibanos – com Keirrison bem marcado, a equipe pouco assustava. Animados, os campeões paulistas desciam com mais tranqüilidade, mas erravam passes. O resultado, contudo, era o suficiente para deixar a torcida mais segura sem Valdívia.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 X 0 CORITIBA  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 17 de agosto de 2008, domingo
Horário: 18h10 (de Brasília)
Árbitro: Sergio da Silva Carvalho (DF)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Eremilson Xavier Macedo (DF)
Cartões amarelos: Sandro Silva (Palmeiras); Rubens Cardoso, Carlinhos Paraíba e Guarú (Coritiba)
Cartão vermelho: Fabinho Capixaba (Palmeiras)

Gol:
PALMEIRAS: Alex Mineiro, aos 30 minutos do segundo tempo.

PALMEIRAS: Marcos; Fabinho Capixaba, Jéci, Gladstone e Leandro; Sandro Silva, Jumar (Denílson), Evandro e Diego Souza (Martinez); Kléber e Alex Mineiro (Maicosuel)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CORITIBA: Vanderlei; Nenê (Veiga) (Ricardinho), Rodrigo Mancha e Maurício; Rodrigo Heffner, Alê, Carlinhos Paraíba, João Henrique e Rubens Cardoso; Marlos (Guarú) e Keirrison
Técnico: Dorival Júnior

Outros resultados:


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo