iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

17/08 - 20:20

Com Cuca, Fluminense vence o Atlético-MG e deixa vice-lanterna
Atacante Dodô marcou o gol da vitória do Tricolor carioca aos 16 minutos da segunda etapa

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - O Fluminense venceu o Atlético-MG no início da noite deste domingo pelo placar de 1 a 0. Apesar de ter sido um jogo apertado, os tricolores têm motivos para comemorar. Agora, o time está com 19 pontos, a apenas três da Portuguesa, que ocupa a 16ª posição, fora da zona de rebaixamento. Já o Galo volta a se preocupar com a parte de baixo da tabela, já que está com 24 pontos, no 13º lugar. Assista ao gol no player ao lado >>

A partida começou bastante equilibrada, com os dois times se estudando e trabalhando a bola para tentar vencer a marcação. A primeira boa chance foi criada pelo Fluminense, aos 10 minutos, quando foi armado um contra-ataque pelo meio. Washington pôs Dodô na cara do gol, mas o pé esquerdo do atacante não conseguiu acertar o alvo.

Nos minutos seguintes, a partida continuou disputada, com poucos espaços para a armação de jogadas. O Fluminense voltou a assustar aos 20 minutos, quando Conca passou para Washington quase na pequena área, mas o centro-avante estava bem marcado e chutou torto, à esquerda do gol de Édson.

Aos poucos, o time da casa foi conseguindo se impor e ganhar domínio territorial. Mesmo assim, a armação de jogadas ainda era falha, apesar do bom desempenho de Júnior César pela esquerda. Enquanto isto, o Atlético-MG não se contentava em se defender e tentava partir para os contra-ataques, sem muito sucesso. Sem muitas emoções, o primeiro tempo terminou em 0 a 0.

No início do segundo tempo, o Atlético-MG quase abriu o marcador. Petkovic cobrou escanteio da esquerda com curva para dentro, acertando o travessão de Fernando Henrique. Com o passar do tempo, o Fluminense foi perdendo a paciência e se desorganizando, abrindo espaços. Os contra-ataques alvinegros, puxados principalmente em arrancadas de Márcio Araújo, preocupavam, mas não criavam chances de gol.

Apesar das dificuldades da partida, o Tricolor chegou ao gol graças à qualidade de seus atacantes. Aos 16 minutos, Washington dominou na meia-lua e, mesmo com a defesa postada, achou Dodô penetrando a área. Livre, ele precisou de apenas um toque para colocar a bola no fundo das redes de Édson.

O gol trouxe tranqüilidade ao time da casa, que se soltou e continuou jogando ofensivamente. Enquanto isto, o Galo dava sinais de desânimo e cansaço, e nem as substituições promovidas por Marcelo Oliveira no setor ofensivo fizeram o time criar boas jogadas.

Nos minutos finais, o Fluminense passou a jogar um pouco mais recuado, de forma mais cautelosa, buscando sair em velocidade. Deste modo, quase chegou ao segundo gol, quando Somália foi lançado e, já com pouco ângulo, tentou encobrir Édson, mas o goleiro defendeu.

Na tentativa de administrar o resultado, o time das Laranjeiras tomou um grande susto aos 39 minutos. Após um cruzamento da direita, Lenílson disputou a bola aérea com Fernando Henrique e, na sobre, Raphael Aguiar empurrou para as redes. Contudo, o auxiliar invalidou o lance, apontando um impedimento que, de fato, ocorreu. Com isto, o jogo terminou mesmo com a vantagem tricolor de 1 a 0.

Na próxima quarta-feira, o Fluminense irá ao Recife, onde enfrentará o Náutico, concorrente direto na briga contra o rebaixamento. Já o Atlético-MG voltará para Belo Horizonte e jogará contra o Goiás, na quinta.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1 X 0 ATLÉTICO-MG  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17 de agosto de 2008, domingo
Horário: 18h10 (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Carlos Augusto Junior (SP)
Cartões amarelos: Serginho e Mariano (Atlético-MG); Roger, Conca e Fernando Henrique (Fluminense)
Gol: FLUMINENSE: Dodô, aos 16 minutos do segundo tempo 

FLUMINENSE: Fernando Henrique; Eduardo Ratinho (Everton Santos), Luiz Alberto, Roger e Júnior César; Romeu, Maurício, Darío Conca e Tartá; Dodô (Somália) e Washington (Maicon)
Técnico: Cuca

ATLÉTICO-MG: Édson; Mariano, Marcos, Leandro Almeida e Renan; Rafael Miranda, Serginho, Márcio Araújo e Petkovic (Tchô); Marques (Raphael Aguiar) e Jael (Lenílson)
Técnico: Marcelo Oliveira

Leia também:


Leia mais sobre: Fluminense Cuca Atlético-MG

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo