iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/08 - 20:19

Lusa tropeça de novo fora de casa e cai diante do Figueirense

O gol da vitória do time da casa foi marcado por Wellington Amorim

Gazeta Esportiva

FLORIANÓPOLIS - Figueirense e Portuguesa não conseguiram repetir, neste sábado, o vistoso jogo de abertura do Brasileirão, que terminou com empate em 5 a 5 no Canindé. Melhor para o time catarinense, que ganhou por 2 a 1, conquistando vitória que o deixa mais alto na tabela, na primeira vez que a partida foi jogada no Estádio Orlando Scarpelli.

Assim, caiu por terra a expectativa do elenco rubro-verde, que sonhava com um resultado positivo fora de casa, após passar a semana em mini inter-temporada, na cidade de Itu. A derrota volta a atestar a irregularidade do time paulista no Brasileirão, deixando a possibilidade de voltar à zona de rebaixamento, em caso de vitória de Náutico e Vasco no domingo.

Já o Figueirense, volta a vencer diante de sua torcida, o que não conseguia fazer há três rodadas. O resultado faz a equipe subir temporariamente uma posição na tabela, chegando aos 28 pontos. Jejum negativo continua tendo o time paulista, que não vence longe do Canindé há oito jogos.

O Jogo 
A Portuguesa começou o confronto atrás, esperando as investidas do Figueirense, mas, aos poucos, foi encontrando espaço para criar algumas boas chances. Jonas quase marcou aos 11 minutos, ao cabecear rente ao travessão. Depois, Edno cobrou falta que fez a bola beliscar a trave de Wilson. A resposta do anfitrião veio com perigosa cabeçada de Cleiton Xavier.

Outra boa chance foi desperdiçada pelo Figueirense aos 30 minutos, quando Magal deu bom passe para Rafael Coelho, que bateu da entrada da área e viu a bola passar rente à trave. A primeira etapa terminou com o evidente equilíbrio entre os times, que marcaram forte e erraram muito.

Já na etapa final, a igualdade entre os time durou apenas cinco minutos. Com a Portuguesa novamente optando pela cautela defensiva, o atacante Ricardinho ousou e acabou marcando um gol: o atleta carregou a bola pelo campo de ataque, driblou dos zagueiros com um toque e bateu de perna esquerda, da entrada da área, acertando o ângulo do goleiro Sérgio.

Com a pior zaga do Brasileirão novamente vazada, a Lusa teve de sair para recuperar a diferença e, no lance seguinte, quase chegou ao empate. Primeiro, Carlos Alberto bateu em cima do goleiro Wilson depois da zaga errar o tempo de bola em um cruzamento; e logo depois, Edno cabeceou perigosamente por cima do gol.

Enquanto a Lusa começava a acertar os passes e tabelas no campo de ataque, o Figueirense quase ampliou: após perigoso cruzamento em que ninguém desviou, Rafael Coelho aproveitou a sobra para bater forte, mas Sérgio se adiantou, fechando o ângulo. No lance seguinte, Jonas recebeu bola alta, dominou e girou batendo para grande defesa de Wilson.

Insatisfeito, o técnico Valdir Espinosa colocou a equipe definitivamente no ataque ao substituir o volante Dias pelo atacante Washington. O que se viu em campo, no entanto, não serviu ao time rubro-verde: os ataques acabavam barrados pelos erros de passe ou pela forte marcação do anfitrião, que cada vez mais se aproveitava dos contra-ataques.

Aos 37 minutos, quando o resultado parecia cada vez mais próximo de confirmação, a Portuguesa deu novo fôlego à partida. Após erro na saída de bola do Figueirense, Jonas recebeu pela direita e cruzou para Washington, que mergulhou para cabecear, empatando o jogo.

No minuto seguinte, por pouco Wellington Amorin não joga um balde de água gelada no ânimo lusitano: o atleta recebeu dentro da área e conseguiu desviar na saída de Sérgio, mas Bruno Rodrigo se esticou para tirar a bola em cima da linha, evitando o gol. Aos 40, no entanto, não teve jeito: ele mesmo completou para o gol, quando a zaga não conseguiu afastar após cobrança de escanteio e Tadeu desviou de calcanhar.

Abalada, a Lusa não foi capaz de demonstrar reação durante os últimos minutos, terminando com sua 10ª rodada no início do returno do Campeonato Brasileiro. Já o Figueirense voltou a vencer no Orlando Scarpelli, mesmo com o baixo número de torcedores que compareceu ao local neste sábado.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 2 X 1 PORTUGUESA  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 16 de agosto de 2008, sábado
Horário: 18h20 (de Brasília)
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (Fifa-RS)
Assistentes: José Antonio Chaves Franco Filho e Paulo Ricardo Silva Conceição (ambos do RS)

Cartões Amarelos: Tadeu (Figueirense); Bruno Teles (Portuguesa)

Gols: FIGUEIRENSE: Ricardinho, aos 5 minutos do segundo tempo e Wellington Amorin, aos 40
PORTUGUESA: Washigton, aos 36 minutos do segundo tempo

FIGUEIRENSE: Wilson; Leo Matos, Asprilla, Bruno Aguiar e William Matheus (Bruno Perone);Diogo, Magal, Leandro Carvalho e Cleiton Xavier; Rafael Coelho (Wellington Amorim) e Ricardinho (Tadeu)
Técnico: PC Gusmão

PORTUGUESA: Sérgio; Patrício (Wilton Goiano), Bruno Rodrigo, Ediglê e Bruno Telles; Gavilán, Dias (Washigton), Carlos Alberto e Edno, Fellype Gabriel e Jonas
Técnico: Valdir Espinosa


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Mal das pernas
Com a derrota, a Lusa começa mal o 2º turno, ficando a apenas 3 pontos da zona de degola

Topo