iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/08 - 17:40

Longe do auge, Inter festeja dois anos do título da Libertadores

Dois anos mais tarde, o Colorado não goza do mesmo prestígio que possuía na época da conquista

Gazeta Esportiva

PORTO ALEGRE - Na véspera da partida contra o Vasco, pelo Campeonato Brasileiro, o elenco do Internacional já tem uma fonte de inspiração para o confronto. Este sábado marca o aniversário de dois anos da conquista do título da Copa Libertadores, quando o time empatou com o São Paulo e garantiu a taça que também levaria ao título mundial.

Em 2006, o Inter chegava ao segundo jogo da decisão com o cenário ideal para confirmar a boa campanha: perdeu apenas uma vez, por 2 a 1 para a LDU-EQU, fora de casa. No primeiro confronto da final, em pleno Morumbi, o atacante Rafael Sóbis liderou o time à vitória por 2 a 1, garantindo a vantagem.

Exatos sete dias depois, a equipe soube segurar a pressão são-paulina e, com empate em 2 a 2, finalmente conquistou seu primeiro título internacional. Meses depois, o atacnate Iarley completaria a glória internacional do Colorado com vitória por 1 a 0 sobre o Barcelona, no Mundial de Clubes da Fifa.

Fernandão e Tinga, que foi expulso por tirar a camisa após o segundo gol, foram os heróis da conquista. Fabão e Lenílson marcaram os gols do São Paulo. No primeiro jogo, Sóbis marcou duas vezes antes de Edcarlos diminuir e manter acessa a esperança tricolor que, depois, acabaria não se confirmando.

Dois anos mais tarde, o Colorado não goza do mesmo prestígio que possuía na época da conquista. Com o elenco desmontado, porém, renovado, a equipe iniciou o Brasileirão como pinta de favorito, mas encerrou o primeiro turno na modesta 10ª colocação.

Do elenco que atuou na grande final, poucos jogadores permanecem: o goleiro Clemer, o lateral Índio, o zagueiro Bolívar, os volantes Edinho e Wellington Monteiro e o meia Alex. Fernandão e o técnico Abel Braga acabaram seduzidos pelo futebol do Catar, enquanto Fabiano Eller teve passagem apagada pela Europa e voltou para atuar pelo Santos.

Rafael Sóbis foi contratado pelo Bétis, da Espanha, onde permanece, assim como Tinga, que continua no Borussia Dortmund e Ceará, no Paris Saint-Germain. Jorge Wagner foi negociado com o São Paulo, Ediglê acabou na Portuguesa, Fabinho no Fluminense e Michel no Ipatinga.

Relembre a campanha do Campeão da Libertadores de 2006

Primeira Fase

Maracaibo 1 x 1 Inter
Inter 3 x 0 Nacional
Pumas 1 x 2 Inter
Inter 3 x 2 Pumas
Nacional 0 x 0 Inter
Inter 4 x 0 Maracaibo

Oitavas-de-final

Nacional 1 x 2 Inter
Inter 0 x 0 Nacional

Quartas-de-final

LDU 2 x 1 Inter
Inter 2 x 0 LDU

Semifinais

Libertad 0 x 0 Inter
Inter 2 x 0 LDU

Finais

São Paulo 1 x 2 Inter
Inter 2 x 2 São Paulo


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo