iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/08 - 20:24

Cruzeiro vence apertado, mas mantém o Grêmio na mira

Leão da Barra valorizou a conquista celeste com uma bela atuação, dando bastante trabalho para Fábio

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - O Cruzeiro venceu o Vitória pelo placar de 2 a 1 e aumentou a pressão sobre o líder Grêmio, que agora tem apenas dois pontos de vantagem sobre a equipe mineira. O Leão da Barra valorizou a conquista celeste com uma bela atuação e só não teve sorte melhor porque jogava na casa do adversário e saiu atrás no placar. Assista aos gols no player ao lado >>

No Cruzeiro, Henrique não foi liberado para a partida e Adilson Batista optou por Elicarlos na lateral-direita, com Marquinhos Paraná no meio-campo, invertendo o posicionamento pouco depois. No Vitória, o ataque escolhido por Vagner Mancini para iniciar o jogo foi Marco Antônio e Adriano.

Logo de cara, o time baiano perdeu excelente oportunidade de gol. De cabeça, Jadílson cortou errado um lançamento, deixando Adriano de frente para o gol. Fábio reagiu rapidamente e conseguiu abafar o atacante rubro-negro, defendendo a bola com o peito.

Passado o susto, o Cruzeiro tentou atacar com calma, trabalhando bem a posse de bola. No entanto, a marcação imposta pelo time visitante era perfeita. O Vitória não deixava espaços para a criação de jogadas dos celestes, que passaram boa parte do primeiro tempo sem chutar em gol. O Leão da Barra, por sua vez, tentava contra-atacar, mas não tinha chances claras para marcar.

A primeira etapa seguia com cara de um 0 a 0 sem graça e acabou sendo manchada por um lance infeliz. O atacante Rômulo, do Cruzeiro, levou a pior numa disputa com Anderson Martins e teve de ser retirado de maca diretamente para o hospital. Pelas imagens, havia seriíssimas suspeitas de fratura na perna esquerda, próximo ao tornozelo.

Mesmo sentindo pelo companheiro, os jogadores do Cruzeiro acabaram encontrando forças para reagir. Aos 39 minutos, Charles acertou um lindo chute de pé esquerdo, de fora da área, surpreendendo o goleiro Viáfara e convertendo a única chance mineira durante todo o primeiro tempo.

Vagner Mancini abriu seu time logo em seguida. Com dores musculares, o volante Renan pediu para sair e foi substituído pelo atacante Rodrigão. E o Vitória quase empatou ainda na etapa inicial. Após cruzamento de Daniel, Willans errou uma cabeçada já dentro da pequena área, de frente para Fábio.

No segundo tempo, o Cruzeiro voltou mais consciente objetivo, trabalhando bem a posse de bola. Aos dez minutos, Jajá perdeu boa chance de cabeça, após cruzamento de Jadílson. No minuto seguinte, Guilherme recebeu na entrada da área, limpou a zaga com um giro e bateu cruzado, rasteiro, acertando o pé da trave e marcando o segundo.

Com a vantagem ampliada, o Cruzeiro recuou e passou a jogar nos contra-ataques. Logo no primeiro, quase fez o terceiro. O goleiro Viáfara saiu da área para interceptar um lançamento e saiu jogando errado. Wagner bateu para o gol vazio, mas a bola saiu ao lado da baliza.

Mais presente ao campo de ataque, o Vitória passou a ter problemas com a marcação cruzeirense. Mesmo assim, saíam algumas chances de gol. Após um cruzamento, Ramon bateu de frente para o gol, mas o chute saiu fraco e Fábio salvou o time da casa.

Houve tempo ainda para duas expulsões. Numa falta para o Vitória, de frente para a área, celeste, Charles e Leonardo Silva se desentenderam na barreira e o árbitro decidiu mandar ambos para o chuveiro mais cedo.

Já aos 43 minutos, a equipe baiana descontou o marcador. Elicarlos cortou mal uma bola trabalhada de cabeça pelo ataque rubro-negro e Ricardinho chegou batendo de primeira. Fábio ainda tocou na bola, mas não evitou o gol.

As duas equipes voltam a campo pelo Brasileirão na quarta-feira. O Vitória enfrenta o Sport em Salvador, num duelo de rubro-negros. Já o Cruzeiro vai ao Rio de Janeiro, onde encara o Botafogo.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 1 VITÓRIA

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 16 de agosto, sábado
Horário: 18h20 (em Brasília)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa – PR)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (SC) e Aparecido Donizetti Santana (PR)
Cartões amarelos: Ramon, Leonardo Silva, Marco Aurélio (Vitória), Espinoza e Fabrício (Cruzeiro)
Cartões vermelhos: Charles (Cruzeiro) e Leonardo Silva (Vitória)

Gols: CRUZEIRO: Charles, aos 39 minutos do primeiro tempo; Guilherme, aos 11 minutos do segundo tempo.
VITÓRIA: Ricardinho, aos 43 minutos do segundo tempo.

CRUZEIRO: Fábio; Marquinhos Paraná, Léo Fortunato, Espinoza e Jadílson; Fabrício, Charles, Elicarlos e Wagner (Fernandinho); Guilherme e Rômulo (Jajá) (Camilo)
Técnico: Adilson Batista

VITÓRIA: Viáfara; Marco Aurélio, Leonardo Silva, Anderson Martins e Daniel; Renan (Rodrigão), Vânderson, Willans (Jackson) e Ramon; Marco Antônio e Adriano (Ricardinho)
Técnico: Vagner Mancini

Leia também:


Leia mais sobre: Cruzeiro Vitória Campeonato Brasileiro

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias