iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

16/08 - 12:44

Capitão do título paranaense vira espião palmeirense
Depois de ser poupado na estréia da Sul-americana diante do Vasco, Jéci retorna ao Palmeiras neste domingo como um dos trunfos para vencer o Coritiba. E não só pelo seu futebol.

Gazeta Esportiva

O zagueiro, capitão do Coxa nas conquistas da Série B de 2007 e do Paranaense deste ano, usará seus conhecimentos para ajudar o Verdão a sair mais uma vez vencedor do Palestra Itália.

Contratado pela equipe de Wanderley Luxemburgo em julho, Jéci deixou o Couto Pereira a contragosto do clube. A saída, entretanto, não torna o duelo especial para o jogador, mas sim uma chance de dar vantagens ao seu atual time.

“Encaro como um jogo normal, mas não nego que fica mais fácil para mim pelo tempo que eu passei no clube. Conheço as características dos jogadores e vou passar tudo o que sei e o que o professor precisar”, prometeu o defensor, que chegou a enfrentar o Palmeiras ainda com a camisa do Coritiba na estréia do Brasileiro.

E na “preleção” antecipada do camisa 16, a maior preocupação é Keirrison. O autor de dez gols no Nacional deve ter, na opinião de Jéci, uma atenção especial. “Conheço muito bem o Keirrison, tanto dentro quanto fora de campo. Se nós dermos chance, ele pode aproveitar”, avisou.

O camisa 9, entretanto, não é o único que deve ser olhado de perto na equipe de Dorival Júnior. Classificando o ex-técnico como “muito inteligente”, Jéci acredita que o esquema aparentemente defensivo adversário dá chances para meio-campistas técnicos trabalharem com mais liberdade.

“Eles têm jogadores que podem ser diferenciados no meio-campo, como o Marlos, que tem uma habilidade fora do normal. Tem também o Guaru, outro canhoto que tem crescido no 3-6-1 que eles jogam, mas acredito que vai jogar o Marlos, que encosta bem como segundo atacante com o Keirrison”, analisou o zagueiro, apontando outra qualidade ofensiva de seu ex-clube.

“Na montagem do time, sempre o que cai na nossa mão são os atacantes, mas ainda tem o Rubens (Cardoso, lateral-esquerdo), que enfia bem as bolas para eles. Tenho conversado muito com o pessoal da nossa defesa”, revelou.

Ainda nas previsões do ex-capitão coxa-branca, o ataque palmeirense deve sofrer para chegar ao gol de Vanderlei. “O Coritiba é um time perigoso, que merece uma atenção muito especial. Eles têm uma defesa muito boa e fazem da marcação forte o seu cartão de visitas. Mas se nós descuidarmos, eles aproveitam”, concluiu o jogador, obviamente bastante cauteloso com o amigo Keirrison.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias