iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/08 - 17:12

Lusa comemora 88 anos mais feliz, mas ainda instável
Mesmo assim, a realidade está longe de ser estável: dívidas e o irregular desempenho da equipe prejudicam a situação atual

Gazeta Esportiva

Em situação mais feliz do que nos últimos anos, a Portuguesa completa, nesta quinta-feira, 88 anos de existência. Fundada em 14 de agosto de 1920, o clube volta a comemorar a data na elite do futebol brasileiro, para onde voltou depois de cinco anos de Série B. Mesmo assim, a realidade está longe de ser estável: dívidas e o irregular desempenho da equipe prejudicam a situação atual.

A Portuguesa surgiu a partir da fundição de cinco clubes, ainda na década de 20: Luzíadas Futebol Club, Associação 5 de Outubro, Esporte Club Lusitano, Associação Atlética Marquês de Pombal e Portugal Marinhense. Foi somente nos anos 40 que passou a ser chamada Associação Portuguesa de Desportos.

Ao longo das quase nove décadas de existência, o clube acumula algumas conquistas, como o bicampeonato paulista, em 1935 e 36, além de títulos de dois títulos no Torneio Rio-São Paulo. Em 1996, o clube passou por seu melhor momento na história, quando chegou à final do Brasileirão, mas acabou derrotada pelo Grêmio.

Os anos de destaque, no entanto, chegaram ao fim no início do novo século. Assim, o clube pelo qual passaram atletas como Leivinha, Ivair, Brandãozinho, Dener, Zé Roberto e Leandro Amaral acabou rebaixado para Série B do Brasileirão em 2002 e só começou a reagir quatro anos depois, quando o técnico Vagenr Benazzi chegou ao Canindé.

O comandante assumiu um time quase rebaixado para a Série C e, no ano seguinte, conseguiu acesso duplo, classificando a equipe para a primeira divisão do Paulistão e do Brasileirão. Com modesto desempenho no Estuadual e nas rodadas iniciais do nacional, no entanto, o comandante acabou demitido.

Se em seu 88° aniversário o clube se encontra numa realidade bem melhor do que nos últimos anos, esta também não é tão estável. A campanha irregular no Brasileirão é mantida pelo treinador Valdir Espinosa e dívidas continuam assolando a diretoria. Em mais de uma ocasião, o presidente Manuel da Lupa chegou a afirmar que tirou dinheiro do próprio bolso para ajudar o clube.

Enquanto isso, o elenco realiza mini inter-temporada na cidade de Itu, no interior paulista, se preparando para iniciar a segunda metade do Brasileirão de maneira mais eficiente do que apresentado até o momento. A Portuguesa é 14ª colocada na competição, com 22 pontos em 19 rodadas.

O time rubro-verde volta a campo neste sábado, às 18h20 (de Brasília), em Florianópolis, onde enfrenta o Figueirense.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo