iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

14/08 - 02:25

Botafogo x Galo: novo capítulo de uma rivalidade crescente

Vencedor do duelo irá enfrentar classificado do encontro colombiano entre América de Cali e Deportivo Cali

Gazeta Esportiva

PEQUIM (China) - Um confronto que se repetiu muitas vezes nos últimos dois anos voltará a acontecer nesta quinta-feira, às 20h10, quando Botafogo e Atlético-MG se enfrentarão no Engenhão, pelo confronto de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana. O duelo de volta será no dia 27 de agosto, em Belo Horizonte, e o ganhador vai enfrentar nas oitavas-de-final o classificado do encontro colombiano entre América de Cali e Deportivo Cali.

A história recente das duas equipes é marcada de muita rivalidade, porém com amplo domínio do Botafogo, que venceu cinco dos sete últimos confrontos, empatando os outros dois. Nas duas últimas edições da Copa do Brasil, os dois se enfrentaram nas quartas-de-final. Em 2007 houve empate sem gols no Mineirão e triunfo carioca por 2 a 1 no Maracanã. Só que no último minuto daquele duelo, cujo empate classificaria os mineiros, o árbitro Carlos Eugênio Simon deixou de marcar um pênalti claro a favor dos mineiros, que reclamam até hoje.

Já na edição desse ano, novo 0 a 0 em Minas Gerais e vitória botafoguense por 2 a 0 no Engenhão. No Brasileirão do ano passado, duas vitórias por 2 a 1 do Glorioso. No último encontro, no Nacional deste ano, os cariocas golearam por 4 a 0. Desta forma, o Galo não derrota este adversário desde 2001. No Rio de Janeiro o jejum é maior, pois o último triunfo mineiro foi no distante ano de 1999.

Atualmente, as duas equipes passam por momentos bem diferentes. O Botafogo, que derrotou o Palmeiras por 1 a 0 no fim de semana, chegando a sua quarta vitória consecutiva, está numa crescente no Brasileirão e já sonha até com o título. Já o Atlético foi goleado pelo Grêmio por 4 a 0, em pleno no Mineirão, e dá sinais de que vai se preocupar mais com a zona de rebaixamento do que com aspirações maiores.

Ney Franco, técnico do Botafogo, disse não se iludir com a má fase do Atlético e espera muitas dificuldades no confronto desta quinta-feira. ”Estou me preparando para enfrentar o bom time do Atlético Mineiro, que não perdeu as suas qualidades apenas por causa de alguns resultados negativos. Tenho certeza de que eles estão dispostos a fazer de tudo para conquistarem a classificação, principalmente pelos últimos tropeços contra o Botafogo”, afirma.

Pelo lado do Atlético, o mau momento no Campeonato Brasileiro também é minimizado quando o assunto é a Copa Sul-Americana. Os jogadores não escondem que querem ganhar um título em um ano especial. “Temos na Sul-Americana a grande oportunidade de conquistarmos um título nesta temporada, que marca o ano do centenário do clube. No Brasileiro a nossa situação não é das melhores, mas agora estamos entrando em uma competição em que todos os nossos adversários estão começando do zero”, diz o atacante Marques.

Para conter esse ímpeto do Atlético e manter a boa fase, os jogadores do Botafogo decidiram convocar os torcedores a lotarem o estádio. A diretoria inclusive fez uma promoção no preço dos ingressos. “Trata-se de uma competição no sistema de mata-mata e será fatal se bobearmos neste jogo. Temos que conseguir um bom resultado para não corrermos riscos em Minas Gerais, onde teremos de ter tranqüilidade para atuar. Por isso, o apoio da torcida será fundamental”, convoca o volante Túlio.

Para este jogo, o Botafogo terá mudanças em relação ao time que derrotou o Palmeiras. Ney Franco decidiu poupar três titulares: o meia Lucio Flavio e os atacantes Jorge Henrique e Wellington Paulista. Com isso, Carlos Alberto, que volta de suspensão, entrará no meio-campo, enquanto Gil e Fábio vão formar a dupla de ataque. O atacante argentino Leandro Zárate, que ficaria no banco de reservas, teve a sua estréia adiada por causa de problemas com seu visto de trabalho.

No Galo, o técnico Marcelo Oliveira vai promover três mudanças em relação à formação que foi goleada pelo Grêmio. O zagueiro Marcos recuperou a posição de Vinícius, o volante Renan será improvisado na vaga do lateral-esquerdo Calisto, que não vem agradando, enquanto Marques, recuperado de fadiga muscular, ocupará o posto de Raphael Aguiar.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO X ATLÉTICO-MG


Local: Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 14 de agosto de 2008, quinta-feira
Horário: 20h10 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR)
Assistentes: Alessandro Rocha (Fifa) e Milton dos Santos (Fifa-RN)

BOTAFOGO: Castillo; Thiaguinho, Renato Silva, André Luis e Triguinho; Túlio, Diguinho, Carlos Alberto e Zé Carlos; Gil e Fábio
Técnico: Ney Franco

ATLÉTICO-MG: Edson; Mariano, Leandro Almeida, Marcos e Renan; Rafael Miranda, Márcio Araújo, Serginho e Petkovic; Marques e Jael
Técnico: Marcelo Oliveira


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo