iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/08 - 14:09

Manoel Renha não deve ser candidato à presidência do Botafogo

Mesmo sem ser candidato Renha conseguiu a promessa de um grupo de investidores para ajudar o clube a partir de 2009

Gazeta Esportiva

RIO DE JANEIRO - Apesar de a eleição que vai definir o próximo presidente do Botafogo estar marcada apenas para a segunda quinzena de novembro o pleito já começa a movimentar o clube. Isso porque nesta sexta-feira se encerra o prazo dado ao empresário Manoel Renha para que ele diga se aceita ou não ser o candidato de situação.

O nome agrada a quase todas as correntes do clube, porém a tendência é que ele não aceite, atendendo a pedido dos familiares, que planejam se mudar para o Canadá.

Manoel Renha esteve ao lado do presidente Bebeto de Freitas desde que este assumiu o clube, em janeiro de 2003. Em alguns momentos, como diretor de futebol, e a maior parte como colaborador.

No fim do ano passado, o empresário se afastou da equipe para evitar desgastes com a sua imagem, mas cogitou concorrer à presidência. Porém a pressão familiar o fez desistir da candidatura.

Sem Manoel Renha a disputa eleitoral fica ainda mais acirrada. A oposição estuda lançar Antônio Carlos Mantuano, que foi derrotado por Bebeto de Freitas na eleição passada e conta com o apoio de ex-presidentes como José Luiz Rolim e Mauro Ney Palmeiro.

Enquanto isso a situação acena com o deputado estadual João Pedro Figueiras (DEM-RJ). Ele ficaria com a presidência do clube, enquanto Bebeto de Freitas assumiria todas as questões voltadas ao Engenhão. O futebol continuaria nas mãos de Carlos Augusto Montenegro e Ricardo Rotemberg.

”Sinceramente não sou um homem que gosta de fazer política. Acredito mesmo é em dedicação total e no trabalho e foi assim que conseguimos fazer o Botafogo evoluir nos últimos anos. Mas não podemos interromper esse processo”, afirmou Bebeto de Freitas.

Mesmo sem ser candidato Manoel Renha conseguiu a promessa de um grupo de investidores para ajudar o clube a partir de janeiro de 2009.

Fora de campo Bebeto de Freitas entregou ao Conselho Deliberativo, em reunião realizada na noite de terça-feira na sede de General Severiano, uma lista com a situação salarial dos jogadores, o balanço do clube no primeiro semestre e detalhes sobre futuras parcerias do Engenhão.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo