iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

13/08 - 16:18

Douglas aconselha Lulinha a sair, mas presidente veta
"Se eu estivesse no lugar dele, sairia", disse o meia

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - A novela sobre a possível troca envolvendo os meias Lulinha, do Corinthians, e Morais, do Vasco, ganhou mais um capítulo na tarde desta quarta-feira. Depois de o jogador ter declarado à Rádio Brasil que não se oporia à negociação, o meia Douglas, companheiro do garoto no Timão, deu seu “aval” para Lulinha buscar novos ares.

"Ás vezes é bom sair. A cobrança em cima dele vem sendo muito grande a acredito que seria bom ele sair e aproveitar essa chance. Se eu estivesse no lugar dele, sairia”, avisou o ex-jogador do São Caetano, com total sinceridade.

Quem não gostou nada do novo capítulo do assunto foi o presidente do clube, Andrés Sanches. Para o cartola, a vontade de Lulinha em “se valorizar” no futebol carioca não pesará em uma eventual negociação com o Vasco para trazer Morais ao Parque São Jorge.

“A proposta ao Vasco já foi feita. Oferecemos uma lista com atletas e eles se interessaram por dois, mas o nome do Lulinha não constava nas opções. Estamos aguardando uma resposta e pode até ser que não vá jogador nenhum para o Vasco”, avisou Andrés, antes mesmo de saber das polêmicas declarações do técnico Tita menosprezando o elenco corintiano.

O cartola aproveitou ainda para mandar um recado para Wagner Ribeiro, empresário de Lulinha, que teria afirmado que o jogador “não vai sair do Corinthians de jeito nenhum”.

“O Wagner Ribeiro não manda no jogador. Ele é apenas o empresário dele. O Lulinha não sai porque não é interessante para a gente, e não porque ele não quer que o atleta fique”, esclareceu.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo