iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

12/08 - 21:37

São Caetano bate Juventude e vence a primeira fora de casa

Em partida de sete gols e muitas viradas, Azulão consegue sair vitorioso, fora de casa, no final da partida

Gazeta Esportiva

CAXIAS DO SUL - O Juventude recebeu no Alfredo Jaconi, a equipe do São Caetano, nesta terça-feira, buscando entrar no G-4 da Série B do Brasileirão. No entanto, os gaúchos foram derrotados pelo time paulista por 4 a 3, numa partida emocionante.

Surpreendido pelos visitantes, o time de Caxias do Sul viu o Azulão abrir três gols de diferença com apenas quinze minutos de jogo, mas se recuperou na partida e chegou a empatar o confronto. No final da partida, entretanto, o time da casa deixou o São Caetano marcar, e saiu de campo derrotado.

O jogo 
Com um início avassalador, o São Caetano abriu dois gols de vantagem com apenas cinco minutos de jogo. O primeiro gol, aliás, aconteceu enquanto o cronômetro não marcava nem um minuto – o atacante Caiuby recebeu na área e chutou no canto direito de Michel Alves. Logo depois, aos cinco, Everton Ribeiro fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Tuta, que cabeceou livre para as redes do Juventude.

A situação dos gaúchos ficou mais dramática quando, aos 13 minutos, Márcio Alemão apoiou o braço esquerdo em Everton Ribeiro, derrubando o atacante do Azulão. O juiz assinalou o pênalti, que Júlio bateu com tranqüilidade e ampliou a diferença para três gols.

Depois disso, o Juventude, vaiado pela sua torcida, passou a pressionar o São Caetano. Aos 26 minutos, as ofensivas gaúchas surtiram efeito, e, em cobrança de escanteio, Juan Perez desviou bem e acertou o gol de Júlio César, diminuindo a diferença no placar.

Aos quarenta minutos da etapa inicial, o Juventude quase marcou o segundo. Quem foi para a cobrança foi o goleiro Michel Alves, que chutou bem, mas a bola acertou a trave, e Ademir Sopa afastou o perigo para o Azulão.

De volta ao segundo tempo, os gaúchos se lançaram ao ataque, precisando de dois gols para igualar o marcador. O Juventude pressionava, mas não tinha qualidade na finalização. No entanto, aos quinze minutos, Abedi acertou cruzamento na cabeça de Luis, que mandou para as redes de Júlio César.

A reação do Juventude não parou por aí e o drama passou para o lado do Azulão. Ivo invadiu a área dos visitantes um minuto depois do segundo gol do time de Caxias e foi derrubado por Júlio. O juiz marcou o pênalti e expulsou o jogador do São Caetano. Abedi cobrou a penalidade e empatou a partida.

Mesmo com um jogador a menos, o São Caetano quase voltou a liderar o placar no Alfredo Jaconi, em resposta imediata ao empate gaúcho. Tuta recebeu livre dentro da área mas perdeu gol feito. Depois disso, o treinador Guilherme Macuglia alterou as vogais de seus atacantes: Tuta por Tatu.

Depois do meio da etapa complementar, o jogo perdeu muito em qualidade e as equipes não conseguiam criar oportunidades claras de gol. O Juventude conseguia chegar perto do gol do São Caetano nos escanteios, mas o aproveitamento nessas chances foi muito fraco.

Nos minutos finais, no entanto, o São Caetano aproveitou bom contra-ataque e conseguiu fazer o gol da vitória. Aos 41, Gladyson recebeu a bola no ataque, driblou Michel Alves e fechou o placar da partida: 4 a 3 para o time paulista.

Na próxima rodada, que encerra o turno da Série B do Campeonato Brasileiro, o Azulão recebe o Avaí, no Anacleto Campanella, no ABC paulista. O Juventude, por sua vez, visita o Barueri, na Arena Barueri.

FICHA TÉCNICA
JUVENTUDE 3 X 4 SÃO CAETANO  (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Data: 12 de agosto de 2008, terça-feira
Horário: 19h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Evandro Gomes Ferreira (DF) e Eberval Lodetti (SC)
Cartões amarelos: Márcio Alemão, Dirlei e Murilo Ceará (Juventude). Leonardo, Éverton Ribeiro, Tuta e Júlio (São Caetano)
Cartão vermelho: Júlio (São Caetano)
Gols: JUVENTUDE: Juan Pérez, aos 26 minutos do primeiro tempo, Luis, aos quinze e Abedi (pênalti), aos 18 minutos do segundo tempo. SÃO CAETANO: Caiuby, a um minuto, Tuta, aos cinco minutos, Júlio (pênalti), aos 14 minutos do primeiro tempo e Gladyson, aos 41 minutos do segundo tempo.

JUVENTUDE: Michel Alves; Elvis (Alex), Márcio Alemão, Dirlei e Murilo Ceará; Walker (Thiago), Juan Perez, Abedi e Marcelo Costa (Maycon); Ivo e Luis
Técnico: Zetti

SÃO CAETANO: Júlio César; Leonardo, Neto Gaúcho e Tobi; Julio, Ademir Sopa, Glaydson, Gerson (Hernani) e Everton Ribeiro (Athos); Caiuby e Tuta (Tatu)
Técnico: Guilherme Macuglia


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Futura Press

Chuva de gols
Azulão foi à Caxias do Sul e não se intimidou com chuva, frio e torcida contra, fazendo quatro gols

Topo