iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/08 - 18:01, atualizada às 20:20 10/08

Vitória goleia Vasco na estréia de Tita e volta a colar no G-4
Triunfo leva o rubro-negro baiano de volta à quinta posição na tabela, com 32 pontos; Vasco entra na zona de rebaixamento

Gazeta Esportiva

SALVADOR - O Vasco trocou de técnico, mas o futebol apresentado pela equipe continua deixando os torcedores de cabelos em pé. Neste domingo, na estréia de Tita, substituto de Antônio Lopes, o time foi totalmente envolvido pelo Vitória e deixou o Barradão amargando a terceira derrota consecutiva no Brasileirão: 5 a 0.

Apenas o veterano Edmundo mostrou lucidez e, em dois momentos, levou perigo à meta defendida pelo colombiano Viáfara. O Vitória, por sua vez, apresentou um futebol de toques rápidos e não teve dificuldades para construir a goleada, com gols de Dinei e Ramon no primeiro tempo, Leandro Domingues, Jackson e Adriano no segundo.

Os três pontos levaram o rubro-negro baiano de volta à quinta posição na tabela, com 32 pontos, mesmo número do Coritiba e um atrás do São Paulo, último integrante do G-4, com 33. O Vasco, por sua vez, soma apenas 19 pontos e está na zona de rebaixamento.

O Vitória volta a campo no próximo sábado para encarar uma parada indigesta: o Cruzeiro, postulante ao título da temporada, às 18h20, no Mineirão. O Vasco atua apenas no domingo, às 16 horas, diante do Internacional, em São Januário.

O jogo: Seis minutos. Foi esse o tempo que o técnico Tita, estreante no comando do Vasco, levou para perceber o tanto de trabalho que terá para salvar a equipe de São Januário da ameaça do rebaixamento à Série B.

Com extrema facilidade, o Vitória chegou tocando a bola no campo de ataque até que Tiago espalmou chute de Marcelo Cordeiro. No rebote, Ramon mandou fraco e torto, mas a bola encontrou o artilheiro Dinei, que apenas complementou: 1 a 0 para os donos da casa.

A equipe baiana seguiu melhor e desperdiçou incontáveis oportunidades antes dos 30 minutos. Primeiro com Ramon, que fez o giro em cima do marcador e bateu de canhota, para boa defesa de Tiago, e depois com Willians, que fez linda jogada individual e bateu cruzado, rasteiro, rente à trave esquerda.

O momento mais lúcido do Vasco demorou 23 minutos para acontecer. Em rápido contra-ataque, Leandro Amaral foi lançado e tocou para Madson, que serviu de calcanhar para Edmundo, mas o chute do veterano Animal saiu muito alto, para alegria do goleiro Viáfara.

Antes da descida para o intervalo, novamente Edmundo teve a chance de decretar a igualdade, ao acertar forte cabeçada após cruzamento de Leandro Amaral e carimbar a trave esquerda do goleiro colombiano. No lance, o camisa dez vascaíno acabou acertando a cabeça do zagueiro Leonardo Silva e precisou de atenção especial dos médicos por alguns instantes.

Quem não desperdiçou a chance de mexer no placar ainda no primeiro tempo foi Ramon. O veterano meia do rubro-negro marcou o segundo gol do jogo ao completar de primeira um toque de cabeça do zagueiro Leonardo Silva, aos 44 minutos, ampliando a vantagem dos donos da casa.

Estrela de Mancini brilha
O atacante Edmundo não voltou para o segundo tempo e deu lugar a Jean. Tita mexeu no esquema tático e sacou o meio-campista Victor para a entrada de Alex Teixeira, com características mais ofensivas.

A equipe melhorou e passou a rondar a área dos baianos, mas sem conseguir superar o goleiro Viáfara. Aos oito minutos, Leandro Amaral sentiu entrada dura de Marquinhos e teve que deixar o campo, obrigando Tita a queimar sua última substituição e colocar Alan Kardec no jogo.

Sem sua referência, a equipe voltou a cair. Já o Vitória, que trocou Marquinhos, contundido, por Leandro Domingues, cresceu e construiu a goleada. Aos 16 minutos, Leandro Domingues recebeu lançamento perfeito de Willians e tocou na saída do goleiro Tiago: 3 a 0.

Com o jogo ganho, Mancini mexeu novamente e colocou Jackson no lugar de Willians. A estrela do técnico voltou a brilhar e o veterano jogador acertou um chute indefensável, no ângulo de Tiago, marcando o gol mais bonito do domingo: 4 a 0. Adriano, outro que entrou no segundo tempo (em lugar de Dinei), ainda encontrou tempo de fazer o seu e encerrar a goleada dos baianos: 5 a 0.

FICHA TÉCNICA:
VITÓRIA 5 X 0 VASCO (Veja como foi o jogo lance a lance)

Local: Estádio Barradão, em Salvador (BA)
Data: 10 de agosto de 2008 (domingo)
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Alício Pena Júnior (Fifa-MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Edmo Oliveira Santos (SE)
Cartões amarelos: Dinei, Marco Antônio (Vitória), Mateus, Wagner Diniz (Vasco)

GOLS:
VITÓRIA: Dinei, aos seis e Ramon, aos 44 minutos do primeiro tempo, Leandro Domingues, aos 16, Jackson, aos 24, e Adriano, aos 37 minutos do segundo tempo

VITÓRIA: Viáfara; Marco Aurélio, Anderson Martins, Leonardo Silva e Marcelo Cordeiro; Marco Antônio, Renan, Willians (Jackson) e Ramon; Marquinhos (Leandro Domingues) e Dinei (Adriano)
Técnico:Vagner Mancini

VASCO: Tiago; Wagner Diniz, Eduardo Luiz, Vilson e Madson; Mateus, Jonílson, Victor (Alex Teixeira) e Rodrigo Antônio; Leandro Amaral (Alan Kardec) e Edmundo (Jean)
Técnico: Tita


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Agência Estado

Estraga prazer
Dinei demonstrou não estar nem aí para a estréia de Tita no Vasco e marcou o 1º logo aos 6

Topo