iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/08 - 13:18

Náutico e Santos mudam técnicos para nova 'Batalha dos Aflitos'
Os dois times estão na zona de rebaixamento para a Série B da competição e precisam da vitória neste domingo 

Gazeta Esportiva

RECIFE - Náutico e Santos fazem a nova ‘Batalha dos Aflitos’ em Recife neste domingo, às 18h10 (de Brasília), pela última rodada do primeiro turno da Campeonato Brasileiro. Os dois times estão na zona de rebaixamento para a Série B da competição, e precisam da vitória para não se complicarem demais na preparação para a reta final da temporada.

Além disso, as duas equipes se enfrentarão com novidades em seus respectivos bancos de reservas. No Peixe, Márcio Fernandes irá comandar o time como interino. Já o Timbu terá a reestréia do técnico Roberto Fernandes, que se notabilizou no primeiro semestre por conseguir uma boa campanha com o time pernambucano, chegando a liderar a classificação do Brasileirão.

Após duas derrotas seguidas do Santos na Vila Belmiro, contra Coritiba e Atlético-MG, o técnico Cuca não resistiu à pressão e pediu demissão. A diretoria santista então decidiu promover seu auxiliar Márcio Fernandes para o cargo principal – mas, por enquanto, de forma interina. “Sei que é difícil assumir numa situação como essa, mas vou dar o melhor de mim para conquistar o maior número de pontos possíveis. Estou preparado para dirigir o time contra o Náutico. Espero ter uma melhor sorte”, acredita Fernandes, que pode ser efetivado em caso de uma vitória neste domingo.

Esta será a segunda oportunidade de Márcio neste ano. Depois da queda de Emerson Leão, ele assumiu o Peixe por uma partida, no clássico frente ao São Paulo em 1º de julho, quando as equipes empataram sem gols na Vila.

O Náutico, por sua vez, perdeu o seu comandante Pintado, que pediu demissão após cinco derrotas consecutivas do Náutico na competição. No entanto, a diretoria pernambucana agiu rápido ao anunciar Roberto Fernandes para o cargo.

“O torcedor anda preocupado com resultados. É normal. Uma equipe não pode ficar tanto tempo sem vencer como o Náutico está. Mas com o apoio do torcedor, vejo a chance da vitória voltar a acontecer no domingo e, a partir daí, a gente arrancar rumo à vaga na Libertadores, que é nosso objetivo”, declarou.

Apesar de terem assumido seus respectivos times apenas na quinta-feira, os treinadores não devem encontrar problemas para escalar as equipes. Isso porque Márcio estava atuando como auxiliar-técnico de Cuca desde a quinta rodada do Brasileirão, enquanto Roberto treinou o Alvirrubro por dez meses (de julho de 2007 até 27 de maio deste ano) – depois, comandou o Atlético-PR até a 17ª rodada, mas foi demitido na segunda-feira devido à má campanha do time.

No compromisso diante dos pernambucanos, porém, o interino praiano deve ter importantes desfalques para montar a equipe alvinegra. O ala canhoto Kleber desfalca o time, pois levou o terceiro cartão amarelo na derrota por 3 a 2 para o Atlético-MG na última quarta-feira na Vila Belmiro. Fernandes também não poderá contar com três jogadores que estão machucados: o goleiro Fábio Costa, o volante Adriano e o meia-armador Robinho, com lesões musculares, que retornarão apenas no segundo turno. Já o meia Molina, mesmo em recuperação de uma contratura na parte posterior da coxa, viajou com o grupo e deve jogar.

Simpatizante do esquema 3-5-2, Márcio poderá utilizar o tripé de zagueiros com Domingos, Marcelo e Fabiano Eller. Nas laterais, o jovem Thiago Carleto ganha nova oportunidade no lado esquerdo, enquanto Apodi deve voltar à titularidade na ala direita. O técnico interino ainda terá o retorno do volante Dionízio, livre de suspensão pelo terceiro amarelo.

No Náutico, Roberto Fernandes terá o reforço de cinco jogadores para o duelo contra os santistas. O volante Ticão, e o lateral-direito Ruy estão à disposição após se recuperarem de lesões musculares. Enquanto isso, o lateral-esquerdo Piauí treinou uma semana em separado para adquirir melhor condicionamento físico, e também pode ser relacionado.

A dupla titular da zaga, Everaldo e Negrette, cumpriu suspensão na derrota por 2 a 0 para o Atlético-PR na Arena da Baixada e retorna à equipe. O único desfalque do Timbu é do lateral-direito Maurinho, que foi expulso contra os paranaenses. Por isso, Ruy ficará com a vaga. No ataque, Gilmar disputa com o veterano Kuki a condição de companheiro de Wellington.

O jogo ganha um ingrediente a mais em importância para Santos e Náutico: um dos dois poderá começar o segundo turno fora da zona do rebaixamento. Mas para isso ocorrer, além de um ou outro ter que vencer neste domingo, os times ainda precisarão torcer para que os concorrentes, Vasco, Portuguesa e Atlético-PR, não conquistem pontos na rodada.

FICHA TÉCNICA
NÁUTICO X SANTOS

Local: Estádio dos Aflitos, em Recife (PE)
Data: 10 de agosto de 2008, domingo
Horário: 18h10 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Antonio Silva Santos (RJ)
Assistentes: Marcos Aurélio Pessanha (RJ) e Ricardo Ferreira de Almeira (RJ)

NÁUTICO: Eduardo; Vagner, Negretti e Everaldo; Ruy, Ticão, Alceu, Fabiano Gadelha, William e Paulo Santos; Felipe
Técnico: Roberto Fernandes

SANTOS: Douglas, Domingos, Marcelo e Fabiano Eller; Apodi, Dionízio, Molina, Michael, Thiago Carleto; Kléber Pereira e Makon Leite
Técnico: Márcio Fernandes


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Que fria
Márcio Fernandes, novo técnico do Santos, estreiará em jogo duro fora de casa

Topo