iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/08 - 14:38

Mano não dá bola para "conquista" do primeiro turno

Timão precisará somar pelo menos um ponto contra Avaí para virar metade inicial da competição como 1º colocado

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Sinceridade ou um meio inteligente de desviar o foco? A verdade, só o técnico Mano Menezes sabe, mas o fato é que o gaúcho está tentando, de todas as formas, minimizar a importância do próximo compromisso do Corinthians pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Dois pontos à frente do Avaí, adversário de terça-feira, às 20h30, no estádio da Ressacada, pela última rodada do primeiro turno, o Timão precisará somar pelo menos um ponto para virar a metade inicial da competição como primeiro colocado.

Para o técnico Mano Menezes, no entanto, o título simbólico de campeão do turno é o que menos importa para o confronto de terça-feira. A obrigação de vencer existe pura e simplesmente para recuperar a equipe depois do tropeço diante do Vila Nova, sábado à tarde, no Serra Dourada.

“Título do primeiro turno não dá direito a nada. O que temos que fazer, primeiramente, é terminar a competição entre os quatro melhores. Isso é o mais importante”, desconversou Mano, culpando a imprensa pelo favoritismo exacerbado atribuído ao time do Parque São Jorge durante o andamento da Segundona Nacional.

“Felizmente, a gente tem conseguido separar as coisas do favoritismo dado pelos meios de comunicação”, suspirou, alertando, na seqüência, que espera por uma vitória alvinegra na terça, independentemente da “conquista” do turno.

“Temos 90 longos minutos e esperamos um desempenho melhor. Não podemos perder dois jogos seguidos e faz parte da campanha não deixar o adversário crescer”, concluiu o gaúcho, que não terá Fabinho e Felipe, suspensos, para o duelo contra o Avaí.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo
Contador de notícias