iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

10/08 - 13:24

Cruzeiro pega a Lusa tentando a quinta vitória consecutiva
Time mineiro não terá como ser o campeão do primeiro turno, mas quer seguir na cola do líder

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Sem chances de terminar o primeiro turno na liderança do Campeonato Brasileiro, com a vitória do Grêmio sobre o Atlético-MG na abertura da rodada, o Cruzeiro vai até São Paulo enfrentar a Portuguesa neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Canindé. Diante da sua torcida, a Lusa tem a missão de barrar a série vitoriosa cruzeirense para afastar o perigo do rebaixamento.

O Cruzeiro chega a São Paulo em busca da quinta vitória consecutiva no Brasileirão. A atual seqüência de quatro triunfos já é a maior que o time conseguiu no campeonato. Os jogadores, no entanto, preferem não pensar nas longas seqüências e manter o foco na tabela de classificação e no próximo adversário.

“Todas as equipes pensam em chegar em primeiro, mas a gente tem que manter esta regularidade. Passo a passo, de vitória em vitória, vamos chegar lá”, acredita o lateral-esquerdo Jadílson.

O tempo para se preparar especificamente para o duelo contra a Lusa foi curto. Os titulares puderam fazer apenas um treinamento leve na véspera da partida, antes do embarque para a capital paulista.

O pouco tempo de recuperação reduz as chances de jogo de Wagner, que sente dores no joelho direito. Seu substituto, Gerson Magrão, foi bem contra o Internacional e deve continuar na equipe, até porque o setor de armação tem um outro desfalque. O atacante Guilherme recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso.

Mesmo assim, o artilheiro do Cruzeiro no campeonato, com dez gols, garante que confia plenamente no banco de reservas, que vem mostrando bom futebol quando preciso. “Acho que tem sido a grande diferença do meio do primeiro turno em diante. Os jogadores não estão fazendo tanta falta quanto esperávamos”, admite Guilherme.

Um dos úteis representantes dos suplentes, o zagueiro Thiago Martinelli tem uma explicação para este bom desempenho. “Todos os jogadores que estão no Cruzeiro hoje pensam num objetivo só. Quem está do lado de fora incentiva o pessoal do lado de dentro. Se for deste jeito até o final, pode ter certeza de que o Cruzeiro vai dar uma alegria à torcida ainda”, promete.

Enquanto isso, o técnico Valdir Espinosa trabalha para acertar a Portuguesa depois de duas derrotas fora de casa, tentando evitar que o time encerre a primeira metade da competição entre os quatro piores. Para isso, conta com o bom retrospecto no Canindé, local no qual o time não perde há três jogos.

O grande desafio do comandante é a defesa, a pior do nacional, com 38 gols tomados em 18 jogos – a equipe mantém a média de 2,1 tentos sofridos por jogo. Para o goleiro Sérgio, que ainda defendeu um pênalti na derrota por 2 a 0 para o Sport, já passou da hora de o time se encontrar no Brasileirão.

“A Portuguesa vem fazendo muito pouco para quem quer fazer uma boa campanha na Série A. Nós não estamos conseguindo nos acertar, e temos muitas deficiências – mas ao menos sabemos quais são. Temos agora que nos esforçar no segundo turno e reagir”, disparou o goleiro.

Para este domingo, o único desfalque confirmado é o atacante Diogo. Alvo de negociação com o futebol grego, o artilheiro da equipe na competição havia pedido para não atuar na última rodada por não ter condições psicológicas de entrar em campo. Neste domingo, ficará fora novamente.

Já o zagueiro Ediglê, que havia sentido uma lesão na coxa durante a última partida, realizou trabalhos em separado do grupo e ficará concentrado para o confronto. A definição sobre sua participação deve acontecer neste sábado, quando Espinosa comanda o último treinamento antes da rodada.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA X CRUZEIRO

Local: Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)
Data: 10 de agosto de 2008, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)
Assistente: Antonio Carlos de Oliveira e Fabiano da Silva Ramires (ambos do ES)

PORTUGUESA: Sérgio; Patrício, Bruno Rodrigo, Ediglê (Halisson) e Bruno Teles; Carlos Alberto, Gavilán, Preto e Edno; Jonas e Washington.
Técnico: Valdir Espinosa

CRUZEIRO: Fábio; Marquinhos Paraná, Thiago Heleno, Espinoza e Jadílson; Fabrício, Charles, Henrique e Gerson Magrão; Weldon (Wagner) e Rômulo
Técnico: Adilson Batista


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Arte/Último Segundo

Quem fará gols?
Guilherme, artilheiro da Raposa no Brasileirão, não poderá atuar em São Paulo

Topo