iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

09/08 - 20:26

Flamengo derrota Furacão e quebra o jejum

A vitória por 1 x 0 quebra uma seqüência de sete jogos do rubo-negro sem vencer no Brasileirão

Gazeta Esportiva

  • Milton Neves: Fla ressucitado
  • Alberto Helena Jr.: Ufa, Mengão!
     

    RIO DE JANEIRO - Depois de sete jogos sem vitória, o Flamengo voltou a somar três pontos em uma partida do Campeonato Brasileiro. Em jogo disputado na noite deste sábado, no Maracanã, o rubro-negro carioca derrotou o Atlético Paranaense por 1 a 0, gol marcado por Jailton, de cabeça, aos 30 minutos do segundo tempo.

    Com o resultado, o Flamengo que chegou a mandar benzer o estádio da Gávea na sexta-feira, chegou aos 31 pontos e agora ocupa o quinto lugar na tabela de classificação. Já o Furacão continua sua decepcionante campanha e está na 14ª posição com apenas 20 pontos ganhos. Veja o vídeo no player ao lado >
    Assista também aos melhores momentos

    O resultado fez justiça à melhor atuação da equipe dirigida por Caio Júnior, que jogou bastante desfalcada, forçando o treinador a improvisar na defesa e no ataque. Mesmo com problemas na escalação, o time entrou em campo para buscar a vitória e contou com o apoio da torcida, que foi ao Maracanã para empurrar seu time. Já o Atlético Paranaense adotou uma filosofia defensiva e só saiu para o ataque depois de sofrer o primeiro gol.

  • Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o Santos na Vila Belmiro. Já o Atlético Paranaense vai receber o Ipatinga na Arena da Baixada.

    O Flamengo começou a partida de forma cautelosa para não ser surpreendido pelo adversário logo nos primeiros minutos. Com o passar do tempo, o time foi ganhando mais confiança e passou a atacar com mais consistência, principalmente através de Juan pelo lado esquerdo. Foi o lateral que obrigou o goleiro Galatto a fazer sua primeira defesa aos seis minutos.

    A equipe visitante apenas se preocupava em bloquear o meio-campo, mantendo o atacante Rafael Moura isolado entre os zagueiros da equipe carioca e passou 45 minutos sem ameaçar o gol defendido pelo goleiro Bruno. Já o Flamengo tinha imensa dificuldade de construir jogadas objetivas de ataque e só conseguiu animar a torcida aos 27 minutos quando Maxi avançou pela esquerda e chutou cruzado para boa defesa de Galatto.

    O lance motivou a equipe carioca que criou outra boa chance aos 30 minutos quando Juan cruzou da esquerda e Ibson, sem marcação, cabeceou para fora. Depois dessa jogada, o Atlético aumentou a vigilância e nenhum lance de importância voltou a ser registrado no Maracanã.

    O Flamengo voltou para o segundo tempo com o atacante Éder no lugar de Paulo Sérgio que teve uma atuação bisonha na etapa inicial. O time dirigido por Caio Júnior continuava com maior posse de bola mas com dificuldades para penetrar na defesa paranaense, principalmente por causa dos erros de passes, enquanto a equipe visitante continuava mais preocupada em se defender do que em construir jogadas de ataque. O treinador decidiu avançar Juan para o lugar de Jônatas no meio campo entrando Luizinho na lateral esquerda.

    Aos 16 minutos, Éder recebeu livre de marcação na entrada da área e chutou forte mas a bola passou muito longe do gol de Galatto. O Flamengo tentava aumentar seu ritmo de ataque mas esbarrava nas próprias limitações já que Juan, bem marcado, era a única opção ofensiva do rubro-negro carioca. Aos 23 minutos, o Atlético chegou pela primeira vez em chute de Alan Bahia de fora da área que Bruno defendeu para escanteio.

    Aos 30 minutos, o Flamengo quase marcou em jogada confusa mas a defesa atleticana mandou para escanteio. Na cobrança, Galatto saiu mal e Jailton cabeceou para marcar o primeiro gol do Flamengo aos 30 minutos.

    Depois de estar perdendo, o técnico Tico tentou mudar a filosofia empregada pelo Furacão e mandou a equipe para o ataque sem qualquer resultado, já que o Flamengo teve competência suficiente para manter a importante vitória festejada pela pequena torcida como se fosse a conquista de um título.

    FICHA TÉCNICA
    FLAMENGO 1 X 0 ATLÉTICO-PR  (Veja como foi o jogo lance a lance)

    Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
    Data: 9 de agosto de 2008, sábado
    Horário: 18h20 (horário de Brasília)
    Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF)
    Assistentes: Marrubson Freitas (DF) e Renato Miguel Vieira (DF)

    Cartão Amarelo: Juan, Luizinho. Ibson(F); Renan, Márcio Azevedo(AFP)

    Gol: FLAMENGO: Jailton aos 30 minutos do segundo tempo

    FLAMENGO: Bruno; Leonardo Moura, Jailton, Ronaldo Angelim e Juan; Airton, Cristian, Jônatas(Luizinho) e Ibson; Maxi(Erick Flores) e Paulo Sérgio(Éder)
    Técnico: Caio Júnior

    ATLÉTICO-PR: Galatto; Nei, Antônio Carlos, Danilo e Márcio Azevedo; Alan Bahia(Rogerinho), Rodriguinho, Renan(Alex Fraga) e Ferreira; Anderson Aquino e Rafael Moura(Pedro Oldoni)
    Técnico: Tico


  • Leia mais sobre: Flamengo Atlético-PR Brasileirão

    > Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


    Topo