iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

08/08 - 21:10

Corinthians põe boa fase à prova contra o artilheiro Túlio

Goleador da competição com 15 gols quer aumentar sua marca diante do clube que defendeu há 11 anos

Gazeta Esportiva

GOIÂNIA - Líder absoluto da Série B do Campeonato Brasileiro com 35 pontos, o Corinthians entrará no Serra Dourada para encarar o Vila Nova neste sábado, às 16h10, com uma missão especial: parar (e calar) o veterano artilheiro Túlio Maravilha, goleador da competição com 15 gols e pronto para aumentar sua marca diante do clube que defendeu há 11 anos.

"De cada duas bolas que eu recebo, uma eu faço. Minha média sempre foi essa. E, como o pessoal do Vila tem me dado muitos passes bons, tenho certeza de que pelo menos um gol eu faço no Corinthians", assegurou Túlio, que beira os 40 anos (fez 39 em julho), mas ainda é um tormento para as defesas de todas as idades.

O aviso do goleador serviu como alerta no Corinthians, mas foi interpretado de formas distintas no Parque São Jorge. Mano Menezes, por exemplo, entendeu o recado e prometeu atenção especial com o atacante, mas sem se sentir ofendido pela provocação.

“O Túlio é um grande personagem do futebol brasileiro, que sempre fez isso. Dá um charme ao futebol e é bom. Ele provoca sem insultar, sem desrespeitar”, opinou. “É claro que haverá marcação especial em cima dele, pois, se deixar centroavante sozinho, complica. Ainda mais o Túlio, que é um definidor”, emendou.

Sem o mesmo bom humor, William, um dos prováveis responsáveis pela marcação direta no “goleador falastrão”, foi seco ao comentar o duelo. “Nem sei o que ele falou, para começo de conversa. Ele promete gol em diversos jogos. Quando cumpre, a mídia enaltece. Quando não consegue, a mídia satiriza. Para a gente, é indiferente. Respeitamos o Túlio e o encaramos como um grande finalizador, mas nada além disso”, afirmou o capitão.

Além da marcação especial em Túlio, Mano Menezes, que colocará em campo a mesma equipe que venceu o Juventude na terça-feira, espera que seus comandados prestem atenção ao adversário como um todo. Para o gaúcho, o Vila Nova vem subindo de produção e lutará com todas as forças para chegar ao G-4 ao final desta rodada (está em sexto, com a mesma pontuação da Ponte Preta).

“Será um jogo difícil. O Vila vem de duas vitórias. Estava quase em crise, mas fez 4 a 0 no Marília e 1 a 0 no Barueri. Na rapidez do futebol, está embalado de novo. O Serra (Dourada) estará cheio e, nesse ambiente, o volume de jogo deles cresce. Não podemos deixar isso acontecer”, alertou Mano, ciente de que o Vila Nova ainda não perdeu como mandante na atual competição (cinco vitórias e três empates).

Dois desfalques
Para manter a invencibilidade em casa na Série B e complicar a vida corintiana, o técnico Givanildo Oliveira terá dois importantes desfalques: Carlinhos e Alisson, punidos com o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Grêmio Barueri. Sem mistério, já definiu como substitutos o experiente Valença na defesa e Soares no meio-campo.

FICHA TÉCNICA:
VILA NOVA X CORINTHIANS

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 9 de agosto de 2008 (sábado)
Horário: 16h10 (de Brasília)
Árbitro: Wilson Souza de Mendonça (PE)
Assistentes: Jossemmar José Diniz Moutinho e José Pedro Wanderlei da Silva (PE)

VILA NOVA: Max; Osmar, Valença, Luís Carlos e Fernandinho; Heleno, Soares, Reinaldo e Alex Oliveira; Túlio e Wando
Técnico:Givanildo Oliveira

CORINTHIANS: Felipe; Carlos Alberto, William, Fábio Ferreira e André Santos; Fabinho, Elias, Eduardo Ramos e Douglas; Dentinho e Herrera
Técnico: Mano Menezes


Leia mais sobre: Túlio Maravilha Corinthians Vila Nova

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo