iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/08 - 23:07

Jadílson diz que Adilson Batista tem o grupo nas mãos

Goleiro Fábio teve atuação destacada e defendeu um pênalti cobrado por Nilmar no primeiro tempo

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - O Mineirão viu, na noite desta quinta-feira, mais uma prova de que o Cruzeiro é um pretendente sério ao título do Campeonato Brasileiro. Diante do forte Internacional, a equipe demonstrou qualidade técnica, boa postura tática, desempenho físico e até um pouquinho de sorte, na vitória por 2 a 0.

Sorte, aliás, que também pode ser vista como mérito de Fábio. O goleiro, que é um dos destaques do time vice-líder na competição, fez hoje uma partida irrepreensível. Dentre as grandes defesas feitas nesta noite, a principal foi, sem dúvida, no pênalti cobrado por Nilmar, que empataria a partida aos 39 minutos do primeiro tempo.

Fábio, que já passou por momentos difíceis ao longo de três anos e meio no clube, dá o crédito a um ser superior. “Tudo tem o momento certo planejado por Deus, então não adianta a gente querer ou achar que vai pegar na hora que a gente bem entende. Deus sabe o momento certo, Ele é fiel”, agradece, humildemente.

Para Jadílson, a atuação desta quinta nada mais foi que um reflexo da grande fase apresentada pelo Cruzeiro, que venceu seu quarto jogo seguido. “O Adilson (Batista) está com o grupo nas mãos e o grupo do Cruzeiro tem qualidade, vem mostrando isto. Hoje (quinta-feira), mais uma vez, foi um grande jogo. Nossa equipe conseguiu manter o ritmo do começo ao fim”, afirma o lateral, que chegou a ser tido como um desafeto do treinador.

Mas um jogador saiu um poço decepcionado do gramado do Gigante da Pampulha. Rômulo perdeu duas chances claras de gol, uma delas furando dentro da pequena área, e foi o primeiro a se cobrar pelas falhas. Mesmo assim, o atacante que parece estar ganhando a briga pela camisa 9 sabe que precisa de tranqüilidade para evoluir.

“Às vezes a gente erra um pouco no lance, mas tem que procurar esquecer e, nos treinamentos, procurar aprimorar mais para, tendo a oportunidade, fazer os gols e dar tranqüilidade à equipe”, pensa Rômulo.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo