iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/08 - 08:37

Fã de Túlio, Fabinho promete endurecer vida do ídolo
Assim como fizeram Mano Menezes e Elias, Fabinho também teceu diversos elogios ao artilheiro da Série B

Gazeta Esportiva

SÃO PAULO - Corintiano fanático desde pequeno, Fabinho comemorou muito os 14 gols marcados por Túlio, artilheiro do Campeonato Paulista de 1997 e campeão estadual vestindo a camisa sete do Alvinegro do Parque São Jorge.

Dois anos mais tarde, ano em que subiu para os profissionais do São Caetano, teve a oportunidade de conhecer de perto o artilheiro e trabalhar lado a lado com Túlio no Anacleto Campanella, tempo que utilizou para adquirir experiência.

“No São Caetano, aprendi muito com ele. Eu estava subindo e aprendi a admirá-lo, por isso o respeito muito”, avisou Fabinho, que terá o ex-companheiro e ídolo pela frente no próximo sábado, quando Corinthians e Vila Nova medirão forças no Serra Dourada.

Assim como fizeram Mano Menezes e Elias, Fabinho também teceu diversos elogios ao artilheiro da Série B, mas garantiu que, quando a bola começar a rolar, a idolatria e a amizade que nutre pelo goleador do Vila ficarão para trás.

“O Túlio é um jogador que é oportunista e, independentemente de participar da jogada, a bola sempre sobra para ele. É um jogador malandro, que não se movimenta muito, mas, quando sobra, sabemos que ele guarda. No sábado, no entanto, pretendo sair vencedor desse confronto”, avisou.

Apesar de ter convivido com o veterano goleador por um bom tempo no ABC paulista, Fabinho não herdou o jeito falastrão do artilheiro da Série B. 'Nosso grupo é jovem, mas consciente. Aqui todo mundo pensa bem antes de falar com vocês (jornalistas), até para não dar armas ao adversário', admitiu.

Questionado sobre qual 'mão' é melhor, a dele, que pegou na bola no lance do gol contra o Juventude, ou a de Túlio, que marcou de forma irregular pela seleção brasileira diante da Argentina (na semifinal da Copa América de 1995), Fabinho sorriu: “Ele já fez gol de mão. Eu nunca fiz. A mão dele vale mais”, finalizou.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo