iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

07/08 - 00:56

Cruzeiro recebe Inter em duelo de favoritos
Desde que o Brasileirãi é disputado em pontos corridos, as duas equipes conquistaram 359 pontos cada

Gazeta Esportiva

BELO HORIZONTE - Cruzeiro e Internacional se enfrentam na noite desta quinta-feira pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro – a penúltima do primeiro turno. Desde o início da competição, as duas equipes foram apontadas entre as favoritas ao título. Até o momento, o desempenho celeste é superior com 33 pontos (contra 25 colorados), mas a qualidade do elenco gaúcho mantém a equipe como candidata ao troféu.

Por isto, a expectativa é de que o Mineirão receba um jogo de alto nível e muitas emoções. Aliás, é também isto que o retrospecto recente aponta. Desde que o torneio é disputado em pontos corridos, as duas equipes conquistaram 359 pontos cada, atrás apenas de São Paulo e Santos.

Assim, as partidas entre Cruzeiro e Internacional em Belo Horizonte têm sido bastante disputadas. Todas as cinco foram vencidas pelos mineiros, mas sempre com placares apertados. Três delas – em 2003, 2005 e 2007 – terminaram em 3 a 2, o que mostra equilíbrio e bom desempenho ofensivo.

Na Toca da Raposa, há muita preocupação em relação à força do próximo adversário. “A gente viu que eles jogam com dez atletas atrás do meio-campo e a marcação começa da intermediária defensiva deles. Vai ser uma partida muito difícil, sabemos da competência e a qualidade do adversário. A gente tem que fazer a nossa parte e jogar, independentemente de eles entrarem mais firme”, defende o volante Henrique.

Não é só a pegada colorada que chama a atenção. O posicionamento do adversário também será levado em conta por Adilson Batista. “Com o Tite, o Internacional mudou em relação àquilo que a gente já observava. Ele sempre trabalhou com três zagueiros, em alguns jogos fez isso, mas agora está com uma linha de quatro atrás. Na partida no Rio (contra o Fluminense, no sábado) ele deixou só o Nilmar na frente, de uma maneira diferente”, observou o comandante cruzeirense, que tem mudado seu ataque de acordo com o oponente.

As formações das duas equipes vão depender ainda dos avais dos médicos. No Cruzeiro, Fabrício está se recuperando de um estiramento na panturrilha e não está confirmado. Wagner também é dúvida, com dores no joelho direito. Problema semelhante sofre Nilmar, artilheiro colorado. O Internacional tem ainda mais um problema, pois Alex, lesionado, segue fora do time.

Além dos contundidos, o time gaúcho ainda tem problemas com suspensões. Andrezinho e Taison acumularam três cartões amarelos e nem viajaram para Belo Horizonte. Magrão deve entrar no meio-campo e Adriano no ataque. D’Alessandro não foi regularizado a tempo e sequer foi relacionado para a partida.

Com Edinho, Magrão e Guiñazú no meio-campo, Rosinei terá de assumir uma função de maior criatividade, articulando o ataque. O atleta se mostra tranqüilo, principalmente após a estréia, no último sábado. “Me senti bem à vontade, o grupo me passou confiança. Agora vou estar mais entrosado”, garante.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO X INTERNACIONAL

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 7 de agosto de 2008, quinta-feira
Horário: 20h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Paulo César de Oliveira (Fifa-SP)
Assistentes: Erich Bandeira (Fifa-PE) e João Bourgalber Chaves (SP)

CRUZEIRO: Fábio; Marquinhos Paraná, Thiago Heleno, Espinoza e Jadílson; Fabrício (Elicarlos), Charles, Henrique e Wagner (Gerson Magrão); Guilherme e Rômulo
Técnico: Adilson Batista

INTERNACIONAL: Clemer; Wellington Monteiro, Índio, Sorondo e Marcão; Edinho, Magrão, Guiñazú e Rosinei; Adriano e Nilmar (Guto)
Técnico: Tite

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo