iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/08 - 18:54

Santos dá prazo a Fabão e Brum para renegociar salário

Caso os jogadores rejeitem a proposta, contratos serão rompidos unilateralmente pelo clube; Cuevas aceitou

Agência Estado

SANTOS - O Santos deu um prazo de 10 a 15 dias para que o zagueiro Fabão e o volante Roberto Brum aceitem a redução dos salários e do tempo de duração dos novos contratos. Caso os jogadores rejeitem a proposta, os contratos serão rompidos unilateralmente pelo clube, de acordo com o gerente jurídico do clube, Mário Mello.

Segundo Mello, que já se reuniu com o procurador de Fabão, Gustavo Amorim, o zagueiro terá um corte de 70% nos vencimentos, que ultrapassam R$ 400 mil por mês, se quiser continuar no Santos. O clube ainda pagará, até dezembro, parcelas mensais de R$ 150 mil ao Kashima Antlers, referentes às luvas que o jogador recebeu antecipadamente.

Mello foi o encarregado pelo presidente Marcelo Teixeira de refazer os contratos do atacante Nelson Cuevas, além de Fabão e Roberto Brum, com bases salariais dentro da realidade do clube e do futebol brasileiro. Na primeira negociação, Cuevas aceitou a redução de 50% nos salários de R$ 400 mil mensais, e teria até aberto mão de luvas de R$ 300 mil à vista.


Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Gazeta Press

Já vai sair?
Fabão chegou ao Santos em fevereiro com status de 'resolvedor' de problemas na zaga

Topo