iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/08 - 05:14

Presidente do Santos nega problemas contratuais com jogadores
Segundo o dirigente, os jogadores seguem fora do time titular apenas por uma opção do técnico Cuca

Gazeta Esportiva

SANTOS - O presidente do Santos, Marcelo Teixeira, negou, na noite desta terça-feira, que o afastamento do zagueiro Fabão e do volante Roberto Brum esteja ligado a problemas contratuais com o clube. Segundo o dirigente, os jogadores seguem fora do time titular apenas por uma opção do técnico Cuca. No entanto, Teixeira colocou em dúvida a permanecia dos atletas.

“Esses atletas estão fora da equipe meramente por opções técnicas do treinador. Não há nenhuma situação envolvendo condições contratuais, mas sim possibilidades de negociações naturais para jogadores que tenham um nível e um nome como eles tenham”, explicou Marcelo Teixeira em entrevista à Santa Cecília TV.



O presidente santista revelou, ainda, o interesse de alguns clubes - sem citar nomes - pelo futebol dos dois atletas, que, juntos, dão um prejuízo em torno de R$ 600 mil para a folha mensal do clube e esse fator poderá apressar a saída dos atletas.

“No caso do Roberto Brum, o que ocorreu foi uma situação envolvendo pretendentes ao próprio jogador e nós estamos estudando o que seja melhor ao Santos e para o atleta”, explicou.

“O Fabão é um jogador importante e experiente que possui contrato com o clube e não estava sendo aproveitado por questões técnicas. Possivelmente ele poderá ser envolvido em uma negociação, pois existem alguns clubes pretendentes”, informou o presidente.

Contudo, um acordo entre a diretoria e os dois jogadores em uma possível redução salarial poderá fazer com que Fabão e Brum sigam como funcionários do Peixe. “Estamos também estudando a possibilidade da permanência, que poderá ocorrer”.

Leia mais sobre:

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo