iG - Internet Group

iBest

brTurbo

 

Futebol

06/08 - 15:20

Branco pede 'equilíbrio emocional', mas admite reformulação

Time espera que o lado psicológico possa ser trabalhado para que jogadores tenham mais tranquilidade

Gazeta Esportiva

A Copa Libertadores acabou, mas o Fluminense ainda não conseguiu voltar aos trilhos e retomar o bom futebol que exibiu ao longo de toda a competição continental. Vice-lanterna do Campeonato Brasileiro, o time tem dificuldades para embalar e deixar as últimas colocações da tabela.

Pior: sem o título sul-americano, a pressão por resultados no Brasileirão vem aumentando nas Laranjeiras.

O Flu sabe da exigência de sua torcida por resultados, e admite que os pontos estão demorando mais do que o esperado. No entanto, a duas rodadas do fim do primeiro turno do Nacional, o time espera que o lado psicológico possa ser trabalhado, para que os jogadores tenham mais tranqüilidade para tirar o time da zona de rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro.

“É um momento delicado, mas que precisa de equilíbrio emocional”, explica Branco, coordenador de futebol do Flu, demonstrando confiança no poder de reação do elenco. “Temos que recuperar com quem está aqui. Sei que não é fácil, mas não é difícil sair desta situação porque temos potencial”, acrescentou.

O dirigente e ex-lateral, no entanto, não descarta uma reformulação do elenco tricolor, que já recebeu as contratações de Eduardo Ratinho e Everton Santos nos últimos dias. “Não adianta lamentar. Quem quer ficar, tem que entrar com atitude para reagir”, decretou Branco.

Os dois últimos compromissos do Fluminense pelo primeiro turno do Brasileirão são contra São Paulo (nesta quarta-feira, no Maracanã) e Ipatinga (domingo, no Ipatingão). Na primeira partida, a principal baixa do time de Renato Gaúcho será o atacante Dodô, que alegou falta de condições psicológicas e pediu para não ser escalado.

Desta forma, o treinador já confirmou o time que vai a campo para o duelo de tricolores desta quarta. O Flu está escalado com Fernando Henrique, Carlinhos, Luiz Alberto, Roger e Junior César; Fabinho, Romeu, Tartá e Conca; Somália e Washington.


Leia mais sobre: Fluminense

> Você tem mais informações? Envie para Minha Notícia, o site de jornalismo colaborativo do iG


Topo